Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

A nova cara do (P) MDB

Jornal do Brasil

Anote. Um nome novo deverá figurar na lista dos 10 deputados federais mais votados do Rio nesta eleição: o da candidata Daniela do Waguinho, do bom e velho (P) MDB. A provável futura parlamentar, segundo as recentes pesquisas do partido, é a mais completa tradução do Rio de Janeiro que emergirá das urnas este ano. Professora do Ensino Fundamental, ela teve passagem discreta pela Secretaria de Ação Social de seu marido, o prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho. Amigo de fé e irmão camarada do ex-deputado Eduardo Cunha, foi Waguinho, na época deputado estadual, quem concedeu a Medalha Tiradentes _ maior honraria do estado _ ao parceiro hoje preso. Sua gestão tem sido marcada por controvérsias. Primeiro tomou posse na igreja da qual é fiel. Depois, contrariando decisão judicial, demoliu uma creche. O MP o investiga ainda por acusações como crime ambiental e nepotismo. Nada que assuste as direções do DEM e do (P) MDB que juntas pingaram R$ 700 mil na campanha de Daniela _ sem falar em outros R$ 1.542 doados por um certo Eduardo da Costa Paes. O importante é garantir o futuro político do grupo de Waguinho e a sua candidatura à reeleição. Quem cruza hoje a cidade vê tanta propaganda de Daniela que parece até candidatura presidencial.

Oportunidades
“Abriu-se uma janela para ampliarmos junto ao eleitorado popular”, analisava ontem à noite o chefe de gabinete de Romário, Marco San, ponderando que é cedo para arriscar qualquer palpite sobre migração de votos com a saída de Garotinho do páreo. “Mas é fato que o eleitorado do Garotinho, mais povão, está hoje muito radicalizado contra Eduardo Paes e portanto próximo de dialogar conosco.”

Na telinha
Nos próximos dias o programa de TV de Romário começará a dar mais ênfase à ampliação dos programas sociais que tem a marca de Garotinho.

Ninho tucano
Faltando oito dias para a eleição o mimimi sobre o uso do ervanário do fundo partidário continua dividindo o já dividido PSDB do Rio. Os dois estaduais do partido ficaram de bico seco. Luiz Paulo levou apenas R$ 25 mil e Lucinha nem um tostão. A nível federal a discrepância de valores ainda é maior. Otávio Leite levou R$ 1 milhão e Thereza Bergher, R$ 200 mil.

Rio em expansão
Uma nova comunidade chamada Fazendinha, surgiu dentro da APA dos Morros da Babilônia e de São João. Já reúne cerca de 20 casas segundo a Associação de Moradores da Babilônia, ou 80, nas contas do pessoal do asfato.

O jogo mudou?
O Rio nem sequer apareceu na lista de cidades que mais recebem turistas na América Latina, divulgada ontem, Dia Mundial do Turismo. A informação é do Global Destination Cities Index, patrocinado pela Mastercard. Melhor cidade brasileira no ranking, São Paulo ficou com a oitava colocação.

Porém...
Tudo tem uma explicação. O Rio foi apontado como a terceira cidade mais cara para visitar na América Latina.

Última linha
Comentário cirúrgico do fotógrafo Marco Tristão: “no dia de São Cosme e Damião, tiraram o doce do Garotinho”...

-------

LANCE LIVRE

Vanessa Balula lançará o livro Marina Nada Morena, que também ganhou versão para os palcos, domingo na Argumento do Leblon. Virginia Rodrigues comemora 20 anos de carreira no MIMO Paraty, hoje, em concerto na Igreja Matriz N. Sra. Dos Remédios, na 15ª edição do maior festival de música gratuita do país.



Recomendadas para você