Comprar ao vivo ou online, opções do novo normal

Há sempre alguma vantagem no que acontece. Um dos melhores exemplos atuais é a interferência inegável das ações digitais no dia a dia. Apesar de ainda haver dificuldades no EAD (Ensino a distância), porque nem todos os alunos dispõem de computadores ou de internet para acessar as aulas online, no setor do comércio e serviços algo indica que comer, se vestir, usar serviços diversos tem melhoras em relação aos métodos tradicionais.

Neste fim de semana

Em vez de correr para os armazéns do cais do Porto, marquem o site para conferir os preços do outlet, que deve acabar no domingo dia 20 _ há sempre a possibilidade de adiamento _ e demorar algum tempo para escolher uma boa pechincha. Ou alguma novidade difícil de achar nas coleções. Como a marca Aro, de fitness e moda praia, que tem looks para todos os tamanhos, sem medo da gordofobia. Uma bermuda modelo Zuleika custa R$ 141,60, não tem costura na frente para não marcar e vai até GG. Há peças ainda maiores, além dos números menores. Para os homens, sempre em busca da polo ideal, a Club Elle et Lui sugere as clássicas por R$ 149: vale pelo prestígio da marca. Um acessório que vale disputar é o escarpin de croco, parecido com os sapatos de salto sabrina usados pela Renata Lo Prete (a apresentadora e editora mais chic da TV). Restam poucos, por R$ 89, na Cris Roberto.

Sempre nos fins de semana

Uma novidade híbrida, com presença física na Vila do Largo, no Largo do Machado, e no marketplace (palavra do momento, para definir as páginas de vendas) é O Mercado, ideia de Je e Clarissa Muniz (o sobrenome é coincidência, não são parentes). Nos fins de semana é possível encontrar o que definem como comércio justo por pequenos produtores, como a Dora Shatovsky, artesã-joalheira, que assina as peças em prata do Jammin Ateliê. A quem preferir comprar pela internet ela oferece boas vantagens. “Envio para todo os país, embalagem para presente grátis e parcelado no cartão de crédito”.

A semana inteira

O Carandaí25, que começou na casa da Tatiana Acioli no Jardim Botânico (na rua Visconde de Carandaí, 25), marca história por ser o primeiro bazar com peças autorais. Com o sucesso na casa cheia, foi trocando de endereço físico e de extensão de temporada e atraiu marcas que ficaram famosas a partir de seus eventos. Com a pandemia, este prazo de ação pode ser alongado, já que as ofertas estão online. E tem novidades, como a linha Home, sem deixar de lado a busca por gente nova, com a campanha de pequenos produtores, pesquisados pelo país. Nesta vibe entraram Caju, Horto, Mariana Giusburg. A Kymono é uma das marcas que se consagraram no Carandaí25, e veste do 36 ao 42, com folga para mais, em peças como o casaco de fivela em linho, modelagem ampla, mangas raglan, por R4 340. Ou a blusa Austin, da Gaya, em azul, mostarda, nude ou rosa, por R$ 480. Quem gasta acima de R$ 600 tem frete grátis. E quem está curiosa pode ver as coleções no instagram @carandai25.

Marketplace, moda autoral, frete grátis são termos comuns destes novos tempos. Destaque para a busca pela moda de autor no mundo inteiro, que tem descoberto desde grupos de tricô em Nova York (participaram da coleção da americana Anna Sui) até designers indígenas no Brasil, como We´e´ena Tikuna, que faz maravilhas com fibras de tururi, madeira da Amazônia, a serem vistas na edição virtual da Eco Fashion Week, em novembro.

Macaque in the trees
Blusa Austin da Gaya, em várias opções de cores, no @carandaí25 (Foto: Divulgação)
Macaque in the trees
Casaco com fivela e mangas raglan, da Kimono, no Carandaí25 (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Escarpin em croco da Cris Roberto, acessório disputado no outlet do Veste Rio (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Pólo clássica, em várias cores, nos saldos do Club Elle et Lui, no outlet do Veste Rio que acaba neste domingo (Foto: Divulgação)
Macaque in the trees
Da marca Aro, look Zuleika, em tamanhos GG ou XGG, no outlet em vesterio.rio (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Brincos de prata em forma de flores, do ateliê Jammin, no O Mercado, no Largo do Machado (Foto: Divulgação)



Casaco com fivela e mangas raglan, da Kimono, no Carandaí25 (foto divulgação)
Blusa Austin da Gaya, em várias opções de cores, no @carandaí25
Escarpin em croco da Cris Roberto, acessório disputado no outlet do Veste Rio
Pólo clássica, em várias cores, nos saldos do Club Elle et Lui, no outlet do Veste Rio que acaba neste domingo
Da marca Aro, look Zuleika, em tamanhos GG ou XGG, no outlet em vesterio.rio
Brincos de prata em forma de flores, do ateliê Jammin, no O Mercado, no Largo do Machado