Jornal do Brasil

Futebol & Cia

Futebol & Cia

Renato Mauricio Prado

Decadência galáctica?

Jornal do Brasil

E o Lopetegui, hein? É o Maurício Barbieri do Real Madrid. Duvido que chegue ao final do ano no cargo. O outrora time dos galácticos, sem Cristiano Ronaldo e com craques como Toni Kross em clara decadência, virou o rei do toquinho improdutivo e do ... chuveirinho! Quem diria! Que atuação melancólica na derrota para o fraco CSKA, na Liga dos Campeões. O melhor jogador do mundo, Luka Modric, poupado, no início, nem quando entrou conseguiu melhorar a patética atuação dos madridistas. Vinícius Jr. foi relacionado para a partida, mas não saiu do banco. Sabe nada esse treinador...


Eureka
Everton Ribeiro disse ontem que Dorival Jr. quer vendo os jogadores do Flamengo entrando mais na área. Aleluia! Nos tempos de Maurício Barbieri, parece que essa era uma zona proibida para os rubro-negros. Lá só ficava o pobre coitado do centroavante, tentando, em vão, cabecear os “zilhões” de cruzamentos (mal) feitos para a área. Dorival está pedindo também mais tabelas e jogadas ensaiadas. Tudo o que seu antecessor não conseguiu implantar. Pode ser até que o novo técnico também não consiga. Mas o seu diagnóstico para os problemas rubro-negros é preciso.


Gostoso pra quem?
O técnico Zé Ricardo disse, na entrevista de ontem, que espera um “jogo gostoso” para o Botafogo, esta noite, contra o Bahia, pela Sul-Americana. Pode até ser. Mas o alvinegro precisa da vitória e, embora 1 a 0 seja suficiente para garantir a vaga, se os baianos marcarem um gol, a coisa já começa a se complicar. Má notícia: ainda não é desta vez que Gatito Fernandes voltará ao gol.
O time de Enderson Moreira atravessa fase turbulenta no Brasileirão, mas empatou com o Flamengo, na última rodada, e poderia até ter vencido. Logo mais, com certeza, jogará fechadinho, tentando explorar os contra-ataques. A defesa é o seu ponto fraco, mas do meio para frente a equipe baiana não fica nada a dever ao Glorioso.
Para quem o jogo será “gostoso” só me arrisco a dizer no apito final.


Rolando Lero
Pérola disparada por Zé Ricardo, na coletiva:
- Muitos meninos têm sido potencializados para jogar, isso é natural.
Hein?!?! Se isso for mal interpretado, pode até dar cana...


Lá se vai mais um
Fluminense e Watford finalizam pequenos detalhes para a transferência de João Pedro, joia de Xerém, para o futebol inglês. O moleque tem 17 anos (feitos na semana passada) e, como aconteceu com Vinícius Jr., no Flamengo, ficará por aqui até completar a maioridade. Viajará para a Inglaterra em 2020. Tomara que, como o rubro-negro, ainda possa mostrar um pouco de seu talento antes de pegar o avião. É cada vez mais doloroso ver nossos jovens talentos serem vendidos antes mesmo de brilhar nos profissionais. No caso do tricolor, não há alternativa. O clube está quebrado, de pires na mão. Só a fábrica de Xerém ainda rende algo.


The Walking Dead
O empate contra o Paraná foi o suficiente para tirar o Vasco do Z-4, mas a bolinha que jogou não permite comemorações, nem tampouco projeções otimistas nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Enquanto os jogadores e o presidente eram xingados por torcedores, no desembarque no aeroporto, um grupo de sócios, ligados à atual diretoria e ao ex-deputado, entrou na justiça, tentando suspender a anulação das eleições, decretada pela juíza Gloria Heloiza Lima da Silva.
Foto de um almoço do grupo do Conselho de Beneméritos, que publicou nota de repúdio à anulação (publicada pelo jornalista Mauro Cézar Pereira, em suas redes sociais), me remeteu ao famoso seriado The Walking Dead...

Mico atrás de mico
Ao que tudo indica, Everton Cebolinha será desconvocado, para não desfalcar o Grêmio no jogo contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. Se tivesse havido um mínimo de bom-senso, nem teria sido chamado e Tite e sua comissão técnica seriam poupados de mais esse mico. Com o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores na reta final, não faz o menor sentido a seleção desfalcar os times brasileiros para amistosos rastaqueras que tecnicamente não valem bulhufas.


Mudando para melhor
Neymar voltou a dar entrevistas e, assim como tem se mostrado nos últimos jogos do Paris Saint Germain, parece preocupado em mudar diametralmente a imagem que o tornou uma piada mundial, na Copa da Rússia. Comedido, não fez nenhuma declaração polêmica, admitiu ainda não estar 100% em forma e disse que tanto gosta de jogar pelo lado esquerdo do ataque (como faz, na seleção) como pelo centro (como vem sendo escalado pelo técnico do PSG).
Ele volta a campo hoje, para enfrentar o Estrela Vermelha, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O jogo será no Parc des Princes e o PSG tem a obrigação de vencer, pois, no momento, é o lanterna do grupo, por causa da derrota para o Liverpool, na estreia. Não creio que haja grandes dificuldades para que Neymar, Cavani e Cia. disparem uma goleada. Mas o que mais me interessa é ver se nosso camisa dez continuará jogando em pé e sem reclamar da arbitragem, como tem feito, desde o Mundial. Isso é o mais importante na reconstrução de sua imagem e do seu próprio futebol.



Recomendadas para você