Saiba porque mulheres também devem ir ao urologista

Poucas mulheres sabem que o especialista, que cuida da parte genital dos homens, também é médico delas.

Sempre que houver algum problema do trato urinário que inclui rins, bexiga e uretra, é que as mulheres devem procurar um médico urologista. As mulheres são mais afetadas por algumas doenças urológicas, como as infecções e incontinência urinária.


As pessoas acreditam, de forma errada, que o médico urologista está para o homem, como a ginecologista para a mulher. No homem, o urologista cuida dos órgãos genitais e urinários, enquanto na mulher apenas o urinário. Essa falta de informação, algumas vezes, tarda o diagnóstico certo.


Conheça as doenças mais comuns da saúde feminina que são tratadas pelo urologista:


- Incontinência Urinária
É a perda involuntária da urina pela uretra. O distúrbio é mais frequente no sexo feminino e pode manifestar-se tanto na quinta ou sexta década de vida quanto em mulheres mais jovens.
-Infecção Urinária
As infecções do trato urinário são mais comuns em mulheres. Geralmente, ocorrem na bexiga ou na uretra, mas as infecções mais graves envolvem o rim.
A infecção na bexiga pode causar dor pélvica, aumento da vontade de urinar, dor ao urinar e sangramento na urina. A infecção nos rins pode causar dor nas costas, náuseas, vômitos e febre.
- Bexiga Hiperativa
É caracterizada pela associação de alguns sintomas: urgência urinária, com ou sem incontinência associada, geralmente acompanhada de aumento de frequência e noctúria (incontinência urinária noturna).
- Cistite Intersticial
É uma doença crônica que é caracterizada por dor na bexiga e pelve que vão desde um desconforto até uma dor severa. Apesar dela trazer graves incômodos e interferir na qualidade de vida, ela não está relacionada a problemas ou consequências graves para a saúde.
- Pedra nos Rins


É conhecida como uma das condições mais dolorosas que existem. Veja como prevenir e os tipos de tratamento. Cálculos renais ou pedras nos rins são formações endurecidas nos rins ou nas vias urinárias, resultantes do acúmulo de cristais existentes na urina.