Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

NASA identifica 'monstruoso' asteroide que passará perto da Terra em breve

Aproximação está prevista para as 0h23 na madrugada do dia 20 de maio, segundo agência espacial americana

Jornal do Brasil

Chamado pela NASA de Asteroide 2019 JB1, esse monstruoso corpo cósmico está chegando perto da Terra em uma trajetória "astronomicamente próxima" de nosso planeta.

Segundo os rastreadores da agência espacial americana, a aproximação do asteroide está prevista para as 0h23 na madrugada do dia 20 de maio.

O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, na Califórnia, afirma que, quando esse asteroide passar perto da Terra, atingirá velocidades vertiginosas de quase 58.349,8 km/h, escreve o tabloide Express.

O JB1 é do tipo Objeto Próximo à Terra (NEO), que são asteroides e cometas em órbita do Sol voando a uma distância de 1,3 Unidades Astronômicas (UA) – unidade equivalente a cerca de 149,6 milhões de km, que é a distância entre a Terra e o Sol.

De acordo com cálculos do laboratório da agência, o corpo cósmico mede 170 metros por 390 de largura – o que é considerado mais alto que a Torre Eiffel de Paris, na França.

Se a rocha espacial atingir a Terra, a força do impacto pode originar uma catástrofe.

"Se um meteorito rochoso maior que 25 metros, mas menor que um quilômetro, atingisse a Terra, provavelmente causaria danos locais à área de impacto […] Acreditamos que qualquer coisa maior do que um ou dois quilómetros poderia ter efeitos a nível mundial", declarou a NASA.

Macaque in the trees
Planeta Terra (Foto: Pixabay)

A agência explica que, felizmente, o asteroide não chegará perto o suficiente para atingir a Terra, passando pelo nosso planeta a uma distância de 0,04305 UA (6,4 milhões de quilômetros), ou seja, 16,76 vezes mais longe que a Lua.

"Note que uma passagem 'próxima' astronomicamente pode estar muito longe em termos humanos: milhões ou mesmo dezenas de milhões de quilômetros", detalhou a NASA.