Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Elon Musk revela túnel subterrâneo para evitar engarrafamentos

Jornal do Brasil

Elon Musk fez, nesta terça-feira, uma pausa nos carros elétricos futuristas e viagens espaciais privadas para revelar um túnel de baixo custo que ele vê como uma solução para o tráfego das cidades.

O bilionário por trás da Tesla e da SpaceX colocou os holofotes no túnel de 1,8 km criado por sua empresa Boring por cerca de US$ 10 milhões.

O túnel de amostra é parte do projeto de Musk de ter uma rede subterrânea para a qual os carros, preferencialmente Teslas, possam ser descidos por elevadores, depois encaixados em pistas e propulsados a velocidades de até 241 km/h.

"A única maneira de resolver isso é ir em 3D, para o sistema de transporte se combinar com as residências", disse Musk sobre resolver o problema dos engarrafamentos em áreas urbanas.

"É tudo relativamente simples. Nenhum Prêmio Nobel é necessário aqui."

Uma entrada para um túnel de amostragem foi apresentada ao público pela primeira vez nesta cidade perto de Los Angeles como o passo inicial do projeto de Musk para revolucionar o tráfego das cidades se movendo rapidamente por baixo de ruas congestionadas.

Musk fundou a empresa Boring dois anos atrás, como um empreendimento autofinanciado e paralelo ao seu trabalho na Tesla e na SpaceX.

Equipamentos especialmente projetados constroem túneis largos o bastante para acomodar um carro por pista. A rede imaginada é uma malha expansível de túneis e elevadores capaz de comportar a passagem de mais de 4.000 carros por hora.

"As minas mais profundas são mais profundas que os prédios mais altos", disse Musk.

"O avanço profundo é muito simples: é a capacidade de transformar um carro normal em um veículo passivamente estável, adicionando rodas destacáveis e estabilizando as rodas, para que ele possa viajar em alta velocidade através de um pequeno túnel".

Os túneis serão eventualmente abertos a todos os veículos elétricos autônomos compatíveis, mas por enquanto o Boring está usando Teslas no tubo.

O túnel de teste revelado na terça-feira parece simples: um tubo estreito, de apenas 3,65 metros de diâmetro, pintado de branco, no qual um Tesla Model X é equipado com estabilizadores nas rodas para encaixar na pista e evitar bater nas paredes.

A entrada do túnel foi cavada em um estacionamento em Hawthorne, com uma plataforma de elevador em uma esquina da rua subindo e descendo carros para a pista.

Jornalistas e outros participantes do evento conseguiram atravessar o pequeno túnel a cerca de 65 km/h, o que pareceu um pouco semelhante a um passeio de parque de diversões.

A visão geral é que os veículos elétricos nas ruas das cidades poderiam facilmente entrar nos túneis usando plataformas de elevadores construídas nas ruas, ou rampas onde o espaço permitir.

 

ban/jbe/lb/lda/db