Nasa compartilha foto do 'fantasma espacial'

A Nasa divulgou uma nova imagem capturada pelo telescópio espacial Spitzer. À primeira vista, é uma imagem comum do espaço, no entanto, observando mais de perto, é possível distinguir linhas vermelhas que são, na verdade, resquícios da supernova HBH 3.

A supernova HBH 3 foi detectada pela primeira vez em 1966. Uma vez que a estrela foi explorada, surgiram no espaço fios de gás energizados irradiando luz ótica.

Cientistas da Nasa sugerem que a explosão aconteceu entre 80 mil e um milhão de anos atrás.

Os pesquisadores apontam que essa foi uma das maiores supernovas já observadas e que poderia causar o aparecimento de outras estrelas.

A supernova tradicional é a morte de uma estrela muito grande, de um astro que tenha pelo menos 10 vezes mais massa do que o Sol. A compreensão de como uma supernova explode ajuda a entender como foram produzidos os elementos químicos no Universo e a mudança de sua composição química.