Cambridge Analytica recorre à lei de falência nos Estados Unidos

A empresa britânica de consultoria Cambridge Analytica, protagonista do escândalo pelo uso de dados do Facebook, recorreu ao capítulo 7 da lei de falências nos Estados Unidos, de acordo com documentos apresentados a um tribunal de Nova York.

O grupo, cujo advogado apresentou a declaração na quarta-feira, anunciou no início de maio que encerraria as atividades e apresentaria pedidos de falência no Reino Unido e Estados Unidos, depois que não se recuperou do escândalo sobre os dados do Facebook.