Fóssil de preguiça gigantesco da 'era do gelo' é encontrado em praia argentina

No domingo passado (25), um casal argentino passeava por uma praia na província de Buenos Aires, quando encontrou algo extraordinário. Na praia, eles descobriram os restos de um estranho animal que, como se revelou em seguida, habitou a era do gelo há 3,3 milhões de anos.

De acordo com o jornal Clarín, após a descoberta, Marcelo Lima e Marianela Amaya entraram em contato com o Museu de Ciências Naturais, cujos especialistas confirmaram que se tratava de um bicho-preguiça gigantesco pré-histórico (megatherium), espécie que habitava nosso planeta durante o período Plioceno.

São exatamente estes sedimentos que foram encontrados junto com os restos do animal. Portanto, é possível saber a idade deste antigo habitante das planícies sul-americanas.

Passeavam pela praia e encontraram restos de uma preguiça gigante que viveu na "era do gelo"

De acordo com o especialista, a descoberta poderia ajudar a entender por que este animal extinguiu-se completamente há 10 mil anos.

Ele explica que eles existiam "de vários tamanhos e formas" e alguns deles "moravam em sistemas de galerias subterrâneas — uma série de túneis de um ou dois metros de diâmetro" que tecnicamente eram cavernas.