Endocrinologista dá dicas para curtir o carnaval sem exageros

Saiba como aproveitar a folia sem se esquecer da saúde

Com vários dias seguidos de diversão, festa e dança, o carnaval é uma data muita esperada. No entanto, para manter o pique e a saúde é preciso estar atento à alimentação e também aos exercícios físicos antes e durante as comemorações.De acordo com a endocrinologista e metabologista de São Paulo, Dra. Cassandra Pauperio, a alimentação no período pré-carnaval deve ser equilibrada, incluindo o consumo de carnes magras, alimentos cozidos a vapor e grelhados. Além de exercícios físicos regulares por pelo menos três vezes durante a semana.

No entanto, quando de fato começar o carnaval é preciso ainda mais atenção, principalmente, em relação ao controle de bebidas alcoólicas, já que álcool demais pode sobrecarregar o fígado com excesso de toxinas. “Além de não consumir álcool de estômago vazio, é preciso lembrar que essa substância desidrata o corpo rapidamente. Por isso, se não quiser deixar de tomar, alterne bebendo água também para se manter hidratado", complementa a especialista.

Para quem pretende frequentar longas festas, como participar de vários bloquinhos seguidos, é preciso estar atento e não passar mais de quatro horas sem comer. A indicação é levar lanches práticos de casa e evitar consumir alimentos de rua, que podem ser muito gordurosos e causar problemas de digestão, como azia, e diminuição da disposição. E para pessoas que vão entrar na avenida, a recomendação é ingerir um lanche leve, porém, com uma dose de carboidrato.Durante os dias de festas, além de ingerir os alimentos apropriados, é imprescindível que o folião não se esqueça de se hidratar corretamente, já que além do maior consumo de bebidas alcoólicas, o calor comum dessa época também contribui para intensificar a perda de líquidos. Por isso, aposte em água de coco ou mineral e sucos para manter o corpo hidratado.

Dra. Cassandra Pauperio é endocrinologista e metabologista de São Paulo, atende no consultório particular no bairro de Moema. Possui formação de medicina pela Universidade Federal do Amazonas, com residência em clínica médica e endocrinologia e metabologia ambas pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. Além de curso de nutrologia clínica pela Associação Brasileira de Nutrologia.facebook/dra.cassandralopespauperio