Descubra quais são as atividades físicas que fortalecem o funcionamento do coração

Dia Mundial da Atividade Física é comemorado nesta quarta-feira

No Brasil, as doenças do coração são líderes de mortalidade, representando cerca de 30% dos óbitos. Somente no começo deste ano de 2016, já foram registrados mais de 20 mil mortes, de acordo com o cardiômetro que demonstra por ano, mês e dia, o número de óbitos por doenças cardiovasculares no Brasil. Para reverter esta grave situação, o ideal é apostar na prevenção, cultivando hábitos saudáveis, como por exemplo, a prática de exercícios físicos já que eles melhoram o condicionamento vascular, a pressão arterial e a frequência cardíaca. “A atividade física reduz cerca de 10% das taxas do colesterol ruim (LDL), que desencadeia a formação de placas nas artérias. Além disso, com esse hábito há o aumento de até 10%, em um ano, do colesterol bom (HDL), que ajuda a reduzir ou dificultar os depósitos gordurosos nos vasos”, explica o cirurgião cardíaco do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, Dr. Marcelo Sobral.

Abaixo, o cirurgião cardíaco cita algumas atividades indicadas para fortalecer o sistema cardiovascular.

 Caminhada – Andar em ritmo acelerado 30 minutos por dia (possível dividir em sessões de 5, 10 ou 15 minutos), todos os dias da semana, aumenta o fluxo de sangue, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão. Além disso, esse exercício permite um melhor funcionamento das válvulas do coração, melhorando assim, a circulação de hemoglobina e a oxigenação do corpo.

 Natação – O ato de nadar é uma atividade aeróbica que contribui para o condicionamento do músculo cardíaco, melhora a circulação sanguínea e atua no sistema nervoso, como relaxante. Esse esporte é ideal para idosos e pessoas com restrição de mobilidade, já que por ser praticada na água, diminui os riscos de lesões musculares.

 Yoga – Também ideal para idosos e quem não pode fazer exercícios pesados, essa prática trabalha a respiração, o que traz mais oxigênio para o corpo, levando a uma menor pressão arterial. Especialmente quando realizada ao ar livre, a atividade pode afastar as doenças emocionais como a depressão, ansiedade e o estresse que são grandes inimigos do sistema cardíaco.

 Ciclismo - Andar de bicicleta é uma excelente atividade para ativar os movimentos musculares, pois isso melhora a circulação sanguínea. O exercício também faz com que a glicemia diminua, ajudando no controle da diabetes e na perda de peso.

 Musculação – Esse exercício que trabalha força e ganho de massa muscular, ajuda a controlar a pressão arterial, as taxas de açúcar no sangue e favorece (assim como todos citados acima) a fabricação de substâncias promotoras do bem-estar, caso das endorfinas.

 Independente da atividade física escolhida é necessário ter disciplina, seguir a orientação dos profissionais especializados e saber respeitar seus limites. "Um check list do corpo previne perigos como desidratação, catabolismo muscular (quando há retirada de energia dos músculos para se manter a capacidade vital do corpo) e até lesões graves e irreversíveis. É preciso pensar que seu corpo é uma máquina, tudo tem que estar bem para funcionar direito”, finaliza Sobral.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais