'El País': Perfil digital dos manifestantes aponta abismo aberto pela polarização 

Nas redes sociais manifestantes contra e a favor do impeachment possuem referências diferentes

Matéria publicada nesta sexta-feira (1) no El País, relembra que nos últimos dias 13 e 18 de março manifestantes pró e contra o impeachment tomaram as ruas do país. 

A reportagem do jornal espanhol, com base em dados coletados no Facebook, traçou o perfil digital dos manifestantes de cada um dos protestos. A pesquisa indica que as referências digitais dos manifestantes são profundamente distintas. Das cinco categorias de páginas examinadas – veículos de mídia, comentaristas, políticos, movimentos e campanhas e partidos políticos – em todas elas, a preferência daqueles que confirmaram publicamente presença no ato do dia 13 eram completamente diferentes das preferências daqueles que confirmaram no ato do dia 18. 

E país reforça, que com raríssimas exceções, nenhum ativista político, por meio do Facebook, é capaz de se comunicar ao mesmo tempo com ambos os polos da disputa.

O veículo conta que para conduzir a pesquisa, foi coletado um identificador único de cada usuário que anunciou publicamente sua intenção em participar do ato do dia 13 (cerca de 410.000 usuários) e do dia 18 (cerca de 24.000 usuários) confirmando presença em eventos no Facebook. Em seguida esses dados foram comparados com uma base de usuários que, entre os dias 13 de fevereiro e 13 de março, curtiram alguma publicação de uma série de páginas selecionadas pelos pesquisadores a partir do acompanhamento do debate político. Para cada página considerada foi possível verificar a porcentagem de manifestantes de cada ato que se interessou por seu conteúdo. 

Texto baseado em matéria do jornal El País. Para ler na íntegra, clique no link abaixo:

https://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/28/opinion/1459128271_535467.html