Brasileiro cria "Netflix" da Educação, o iPED.TV

Com transmissão de vídeos sob demanda, o app conta com pacotes ilimitados, mesmo a baixo custo 

Fabio Neves, fundador do iPED - Instituto Politécnico de Ensino a Distância, acaba de criar o "Netflix" da educação, o iPED.TV, uma plataforma digital, que oferece mais de 1000 cursos em vídeo, gravados nos cinco estúdios que ficam na sede da empresa, todos eles em HD. Os planos variam de R$ 19,90, para somente uma área, R$29,90 , onde o aluno pode fazer quantos cursos quiser e ao final da prova receber o certificado digital emitido pela empresa. Outra opção para quem quer estudar com toda a família é o plano familiar que sai por  R$ 59,90 por mês. São mais de 55 áreas, e todos os cursos são autorizados pelo MEC.

O iPED nasceu do sonho de seu fundador, que aos 18 anos, resolveu criar um sistema para qualificar e especializar as pessoas de onde elas estivessem, isso após notar a falta de qualificação de pessoas que buscavam um emprego, em uma empresa na qual trabalhava. Hoje o iPED conta com três estúdios de última geração, preparados para transmitir cursos, com lousa interativa e mais de 50 funcionários diretos e 100 indiretos. São lançados cerca de 12 novos cursos por mês, todos gravados na sede da empresa, em São Paulo.

"Há praticamente quinze anos criei o iPED para qualificar pessoas para o mercado do trabalho, e hoje, posso levar a educação a todo o país, não só pelo computador, mas também pelos dispositivos móveis, ou seja, a pessoa consegue fazer o curso de qualquer lugar e a qualquer hora, de acordo com a rotina dela", conta Neves, que desenvolveu o aplicativo para rodar não só no computador, mas também em dispositivos Android e iOS.

São cerca de 5 mil novos alunos diariamente, que têm o desempenho avaliado detalhadamente a cada módulo, e com o iPED.TV, a empresa acredita que este número possa dobrar. "O fato do aluno ter acesso a diversos cursos por um valor fixo/mensal, acaba estimulando com que ele busque cada vez mais conhecimentos na área em que atua", comenta o empresário. Em 2015, a expectativa da empresa é encerrar o ano com mais de um milhão de novos estudantes, cerca de 9 milhões em todo o mundo.   Todos os cursos são classificados como livres, ou seja, dispensam processo seletivo ou pré-requisitos. "Nosso objetivo é qualificar mão de obra para o mercado de trabalho nos mais diversos segmentos de atuação e, com isso, suprir a demanda de colaborados no mercado", diz Neves.

Sobre o iPED

O iPED está no mercado há quase 15 anos, oferecendo cursos a distância, sem exigência de grau de escolaridade e com todos os cursos autorizados pelo MEC. A empresa já oferece mais de 1000 cursos gratuitos, sendo mais de 350 em vídeo, e pretende fechar o ano com 100 novos cursos em vídeo e mais de 8 milhões de alunos em todo o mundo.

O iPED possui uma infraestrutura completa e estúdios de gravação para elaborar cursos que atendam às características, objetivos e estratégias da sua empresa.

Maiores informações: www.iped.tv