Rio Rural cria banco para multiplicação de cana forrageira em Itaperuna

Objetivo é garantir a alimentação do gado em períodos de estiagem

O Rio Rural, programa da Secretaria de Agricultura, em parceria com produtores de leite da microbacia Córrego das Posses, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, iniciou projeto de pesquisa participativa com o objetivo de garantir a alimentação do gado em períodos de estiagem, quando há falta de pastagens. Realizado juntamente com a Associação dos Produtores Rurais do Vale do Muriaé, o trabalho integra as ações de mitigação dos efeitos da falta de chuvas na produção familiar.

No mês passado, o coordenador do Núcleo de Pesquisa Participativa do Rio Rural Luiz Antônio de Oliveira, da Pesagro-Rio, se reuniu com a agricultora Eliane Cordeiro Rangel, presidente da associação, com objetivo de planejar a implantação de unidades de pesquisa para produção de variedades de cana adequadas à alimentação animal.

Segundo Luiz Antônio, o principal resultado do projeto será a implantação de um banco para multiplicar o uso da cana forrageira na microbacia.

- A associação vai produzir e fornecer as variedades de cana forrageira RB 867515 e RB 739735. Este trabalho proporcionará material com a genética adequada para que os criadores possam introduzir em seus sistemas produtivos este tipo de suplementação alimentar animal - explicou Luiz Antônio.

As variedades estão previstas para serem instaladas em setembro deste ano. Em agosto, 43 produtores da associação vão participar de uma oficina, para trocar experiências sobre o manejo do sistema de produção.