Bons hábitos podem prolongar a vida dos idosos

Psicóloga especialista em envelhecimento dá dicas para a saúde do idoso

Na semana em que se comemora o Dia do Idoso, a psicóloga Viviane Ortiz, presidente da empresa Alfa Jireh, especializada no cuidado de idosos, alega que o  Brasil está envelhecendo muito rápido. Com o aumento da expectativa de vida e a queda na taxa de fecundidade (número de filhos por mulher), em menos de 40 anos 30% da população será formada por idosos, segundo o IBGE. 

“A projeção acende um sinal amarelo para o governo, que precisa implementar logo reformas nas áreas previdenciária e de saúde, e aumentar investimentos em políticas sociais voltadas à terceira idade. Sem isso, o brasileiro corre o risco de chegar à velhice sem condições de manter a qualidade de vida”, diz a especialista”.

Estudo das Nações Unidas divulgado no início do mês revela que o Brasil ocupa a 31.ª posição entre os países que apresentam as melhores condições de vida para os idosos. E para manter esta condição favorável é imprescindível que eles procurem cuidar da saúde física e mental. Vejam as dicas de Viviane Ortiz:

1. Ingerir leite e derivados - Leite e derivados como queijos e iogurtes contêm grandes quantidades de cálcio e são fundamentais para a saúde dos ossos e também dos músculos.

2. Muita proteína - No Brasil 64% da população de idosos não comem a quantidade de proteínas adequada. Inclua na alimentação ovos, leite, carnes em geral, proteínas de origem animal e dê qualidade para a saúde do músculo.

3. Atenção às fibras - As fibras são recomendadas pois elas melhoram a saúde do intestino e diminuem o risco de câncer e colesterol.

4. Faça atividade física - O idoso deve fazer o exercício que for mais acessível para ele, uma caminhada simples, por exemplo, já melhora a saúde pulmonar e cardíaca.

5. Bastantes atividades mentais - Os idosos que estudam, leem e têm interações com outras pessoas, possuem uma reserva de capacidade cognitiva cerebral maior e isso ajuda a prevenir doenças ligadas ao esquecimento. 

6. Tenha bons contatos sociais - É muito importante que o idoso mantenha bons relacionamentos com a família e os amigos. Ele não pode ter isolamento social, o ideal é também participar de grupos e fazer trabalhos voluntários, que ajudam tanto na saúde física, como mental.

7. Durma - Os idosos que têm dificuldades de manter um sono adequado, devem ficar alerta e procurar atendimento médico contra apneia do sono ou insônia, pois isso prejudica ainda mais a memória, os músculos e a saúde geral deles.

8. Elimine as quedas em casa - As quedas podem ser muito perigosas, por isso diminua tapetes em casa, evite degraus, escadas, pisos escorregadios, apoios e suportes para se segurar, principalmente em locais como banheiro, onde há o risco maior de cair.

9. Previna o câncer - É importante ficar em alerta: faça uma alimentação saudável para diminuir esse risco. Diminua as carnes vermelhas, aumente o consumo de fibras e façam exames preventivos.

10. Seja bem humorado - A depressão é uma doença comum na terceira idade. Estudos indicam que 20% da população de idosos possuem algum tipo de depressão. A dica é evitar ficar isolado dentro de casa e longe da família!