Tablets crescem no Brasil e somam 27,6% das vendas até março

A venda de tablets cresceu 164% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo informações da consultoria IDC, citadas no jornal O Estado de S. Paulo. Os dispositivos portáteis como iPad da Apple e Samsung Galaxy Tab somaram 1,3 milhão de unidades, ou 27,6% do total de itens de informática comercializados entre janeiro e março deste ano, contra 11,5% em 2012.

Notebooks e desktops, por outro lado, caíram 8,1% - sendo os PCs de mesa com queda de 10,9%, totalizando 32,9% das vendas e 1,5 milhão de unidades, e os notebooks 9%, com 39,5% do mercado e 1,9 milhão de unidades.

O diretor da área de informática da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Hugo Valério, afirmou ao jornal que em breve as tendências vão se equilibrar, com desktops chegando a um patamar estável e tablets crescendo um pouco menos. 

O mercado teria potência para crescer até 10% esse ano em relação às 12,7 milhões de unidades comercializadas no ano passado - com os tablets puxando a subida. Segundo o diretor de Telecom da Nielsen, de pesquisas, o brasileiro que compra o primeiro item de informática hoje opta por tablets, por causa da portabilidade.