Ator Bruce Willis cogita processar Apple devido a impasse com iTunes 

O ator americano Bruce Willis está considerando mover uma ação judicial contra a Apple por downloads de músicas. Segundo o Telegraph, ele já investiu milhares de dólares em música digital, que pretende deixar para suas três filhas. Entretanto, as atuais regras de uso do iTunes não permitem esse tipo de compartilhamento para as faixas obtidas pelo serviço.

Willis já estuda duas abordagens no caso de processar a Apple. Sua primeira alternativa seria pedir que seus advogados defendessem uma relação de confiança entre a família do ator para manter os downloads com as filhas. A outra opção seria apoiar disputas legais envolvendo direitos do consumidor que já estão em curso nos Estados Unidos.

A ação poderia beneficiar outros usuários. De acordo com o jornal britânico, a questão da propriedade tende a se tornar um problema crescente para cada vez mais pessoas que compram produtos de mídia digital, pois muitas desconhecem restrições de direitos sobre músicas, filmes, livros e jogos adquiridos neste formato.

"Muita gente vai se surpreender ao notar que todas essas faixas e livros que compradas ao longo dos anos, na verdade, não pertencem a eles. É natural querer passar esse tipo de produto a um ente querido", disse o advogado Chris Walton ao Telegraph. "A lei vai pegar, mas Apple e afins irão atualizar as suas políticas e elaborar a melhor solução para seus clientes", acredita ele.