Representantes de países em desenvolvimento fazem reunião prévia à Rio+20 

Representantes de 40 países que integram o G77, grupo formado por nações em desenvolvimento, estarão reunidos por dois dias a partir de amanhã (12), no Rio de Janeiro, para uma discussão informal sobre os principais temas que serão debatidos durante a Conferência Rio+20: a economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e a estrutura da governança mundial no desenvolvimento sustentável. A informação foi dada hoje (11) pelo negociador-chefe do Brasil para a Rio+20, André Correa do Lago.

“Não será uma negociação formal, mas uma discussão para sentir como está o clima para a reunião de Nova York, no fim de abril [quando será realizada mais uma reunião preparatória para a conferência]”, ressaltou.

Segundo ele, o Brasil deve tentar fortalecer sua participação dentro do G77 para que suas propostas nas negociações sobre o texto que servirá de base para a conferência das Nações Unidas tenham mais peso do que se forem apresentadas isoladamente.

“Se a posição dos países for aprovada pelo G77 ela será defendida por 131 países [que integram as Nações Unidas]. É do interesse do Brasil continuar no grupo dos 77”, afirmou.

Correa do Lago enfatizou ainda que o grande resultado da Rio+20 não está relacionado ao documento final, que será assinado pelos países-membros ao fim do encontro, mas à maneira como o desenvolvimento sustentável será tratado e aos processos de mudança que serão abertos a partir da conferência.