'Counter-Strike: Global Offensive' ganha novo modo de jogo

A Valve fez uma atualização na versão beta de Counter-Strike: Global Offensive e adicionou um novo modo de jogo. Nele, os jogadores não podem comprar arma, mas vão sendo "penalizados" pelas mortes que conseguem.

No mapa de explosão de bomba, o jogador começa com uma M4A4, quando Contra-Terrorista, ou com uma Ak-47, para quem joga como Terrorista. Se o jogador consegue matar alguém no round, começa o outro com uma P90. Se marca novamente, começa o próximo com uma Desert Eagle. Se tiver novo sucesso, inicia o seguinte com uma shotgun, depois uma pistola simples.

Após cinco rounds, os times são trocados e, após dez, um vencedor é escolhido. O mapa é pequeno e existe só um ponto para que a bomba seja plantada, o que faz que as batalhas sejam rápidas.

CS: GO A Valve vai lançar, em 2012, uma nova geração do Counter-Strike, o Global Offensive. O game multiplayer online terá a jogabilidade baseada no sucesso lançado em 1999. O jogo, que fez sucesso no PC, deve unir jogadores de computador, Xbox 360 e Playstation 3 na rede.

A versão vai ganhar mapas e armas novas, mas também trará releituras de telas que fizeram sucesso, como de_dust e cs_italy. Além disso, CS: GO introduzirá novos modos de jogo, criação de partidas (matchmaking) e placares de líderes, entre outras novidades.

"Pelos últimos 12 anos, ele (CS) continuou sendo um dos games mais jogados no mundo, manteve destaque em torneios competitivos e a franquia vendeu mais de 26 milhões de cópias no mundo todo. CS: GO promete expandir na jogabilidade premiada de CS e permitir seu acesso por jogadores não só no PC, mas também em consoles de última geração e no Mac", disse o vice-presidente de marketing da Valve, Doug Lombardi, em nota.

A franquia foi lançada em modo de teste em 1999 e a primeira versão fechada saiu em 2000. O game ganhou atualizações até a 1.6, que foi a mais jogada e conhecida do público. Em 2004, a Valve lançou o Condition Zero, que trazia missões single player, e o Source.