Índia afirma que não censurará redes sociais

A Índia não pretende censurar as redes sociais na internet, como o Facebook, afirmou nesta terça-feira o ministro das Telecomunicações, em resposta a uma polêmica provocada por um projeto de retirada da internet de conteúdos considerados ofensivos.

"Quero dizer de uma vez por todas, muito claramente, que nenhum governo na Índia censurará jamais as redes sociais", declarou o ministro, Kapil Sibal.

"Nunca quis censurar os meios de comunicação sociais e nenhum governo quer fazê-lo. Mas assim como a imprensa, devem respeitar as leis do país", completou.

Em dezembro, Sibal prometera adotar diretrizes e mecanismos para eliminar os conteúdos difamatórios, um anúncio que provocou a revolta dos internautas.