Governo vai oferecer testes rápidos de aids no carnaval

Prioridade de campanha deste ano serão jovens gays  de 15 a 24 anos

Rio de Janeiro - O governo vai oferecer testes rápidos de aids durante o carnaval nas cidade onde ocorrem as principais festas no país. A medida foi anunciada pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante o lançamento da campanha do Carnaval contra a Aids, que este ano vai priorizar os jovens gays de 15 a 24 anos.

Padilha explicou que os testes rápidos, batizados de Fique Sabendo, fornecem os resultados em até 20 minutos. "O teste rápido é quase imediato. Demora de 15 a 20 minutos. Faz o teste e recebe orientação de profissionais de saúde", disse Padilha.

Em Salvador, Olinda e Recife, haverá locais de testes em pontos estratégicos. Durante o carnaval o ministério vai repassar 70 milhões de preservativos aos estados. Dados do ministério indicam que a contaminação por aids caiu 20,1% entre os jovens heterossexuais de 15 a 24 anos, entre 1998 e 2010, mas aumentou 10,1% entre gays na mesma faixa etária.

O conceito da campanha será Na empolgação pode rolar de tudo. Só não rola sem camisinha. Tenha sempre a sua.