Tartaruga dada como extinta havia 150 anos é 'redescoberta' 

Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, descobriram no arquipélago de Galápagos (Equador) dezenas de tartarugas gigantes de uma espécie que se acreditava extinta há 150 anos. Os animais foram encontrados na ilha Isabela, mais de 300 km distante da ilha Floreana, onde a espécie vivia até desaparecer devido à caça.

O artigo que descreve a pesquisa foi publicado na edição desta segunda-feira do jornal especializado Current Biology. A partir de testes genéticos, os pesquisadores encontraram 38 indivíduos "puro sangue" da espécie Chelonoidis elephantopus na ilha com condição.

"Isso não é simplesmente um exercício acadêmico", diz Gisella Caccone, que participou da pesquisa. "Se nós conseguimos encontrar estes indivíduos, nós podemos restaura-los à ilha de origem. Isso é importante já que esses animais são de uma espécie peça-chave, que tem um papel crucial na manutenção da integridade ecológica das comunidades da ilha."