Especialista elogia estratégia de combate ao HIV/Aids no Brasil

Um especialista da Organização Mundial da Saúde, OMS, elogiou a decisão brasileira de combinar medidas de prevenção e tratamento no combate ao HIV/Aids.

Em entrevista à Rádio ONU, de Genebra,  sobre o tema, o infectologista Marco Vitória disse que a estratégia é a principal razão para o sucesso do programa.

Controle

“Neste sentido o Brasil tem mostrado uma resposta bastante efetiva, sempre considerando essa questão de prevenção e tratamento de uma forma balanceada. Essa é talvez uma das razões que explica porque a epidemia, no Brasil, está sob controle há muito tempo” disse.

De acordo com Marco Vitória, a prevenção é um elemento-chave nas ações de controle, e muitas pessoas têm deixado os cuidados de lado, acreditando que por causa do tratamento com os antiretrovirais, elas poderão encontrar ajuda em caso de contaminação.

Cortes e Atrasos

Nesta quinta-feira, a ONU marcou o Dia Mundial de Combate à Aids pedindo mais investimentos para manter os ganhos de controle da epidemia.

Segundo várias agências, a recessão global tem levado a cortes e atrasos em alguns programas nacionais.

De acordo com um relatório das Nações Unidas sobre a situação da Aids no mundo, houve uma queda de 15% no número de novas infecções na última década. A redução foi registrada também nos casos de morte pela doença. Foram 22% a menos nos últimos cinco anos.