Criado primeiro cão transgênico que brilha no escuro

Portal Terra

SEUL - Pesquisadores sul-coreanos anunciaram a criação do primeiro cão transgênico do mundo que brilha ao ser visto no escuro. Ruppy, um beagle de apenas 15 dias de vida, faz parte de uma ninhada da raça que, além de ser transgênica, também é clonada, de acordo com cientistas da Universidade Nacional de Seul.

Os cães possuem um gene responsável por produzir uma proteína fluorescente vermelha que emite uma luminosidade, como ocorre com Ruppy. O nome do pequeno beagle é uma mistura de Ruby (na tradução, pedra brilhosa vermelha) com Puppy (filhote).

Conforme a pesquisa, liderada pelo estudioso Byeong-Chun Lee, o objetivo é utilizar a técnica para produzir cães que se tornem modelos para estudar doenças humanas.

- O próximo passo é criar um verdadeiro modelo de doença - afirmou CheMyong Ko, um dos membros da equipe.