Paulo Gadelha toma posse nesta quinta como novo presidente da Fiocruz

JB Online

RIO - O presidente eleito da Fiocruz, o médico Paulo Gadelha, toma posse nesta quinta-feira em cerimônia no Castelo da Fundação, a partir das 15 horas. Na ocasião ocorrerá a transmissão do cargo de presidente, quando o atual dirigente, o sanitarista Paulo Buss, depois de oito anos à frente da instituição passará o comando da Fiocruz a Gadelha.

A cerimônia, que contará com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, dos secretários de Saúde do estado e do município do Rio Janeiro, de políticos e autoridades não apenas da área da saúde mas também de outros setores, além de representantes de instituições da sociedade civil, coroa o processo democrático de escolha do presidente, feito pelos servidores da Fundação.

Tendo como slogan de campanha o mote História, Compromisso e Inovação, Gadelha foi escolhido em 24 de outubro passado, ao obter 2.870 votos dos servidores que trabalham no Rio de Janeiro e nas unidades da Fiocruz em Minas Gerais, Pernambuco, Bahia, Amazonas, Paraná e Distrito Federal - índice que representou 91,3% dos votos válidos. Depois da escolha e da ratificação pelo Conselho Deliberativo da Fundação, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu o resultado eleitoral e oficialmente nomeou Gadelha como o dirigente da Fiocruz para o período de 2009 a 2012.

As informações são da Fiocruz