Internet do futuro: cientistas fazem teletransporte quântico de dados pela 1ª vez a longa distância

Os sistemas de comunicação quântica são mais seguros que as redes normais, pois utilizam fótons no lugar de códigos computadorizados, que podem ser hackeados

Foto: Fotolia / Tomasz Zajda
Credit...Foto: Fotolia / Tomasz Zajda

Uma equipe de cientistas do Instituto Tecnológico da Califórnia, da NASA e de Fermilab publicou na revista "PRX Quantum" um estudo onde os resultados mostram que é possível criar a "internet" quântica, uma tecnologia que revolucionará o mundo da informática e comunicação.

Os pesquisadores conseguiram transportar qubits, unidades básicas de informação quântica, a uma distância de 44 quilômetros, entre as zonas de teste da Caltech Quantum Network e Fermilab Quantum Network, nos EUA.

Até o momento, o recorde do teletransporte de qubits pertencia aos pesquisadores da Universidade de Calgary, no Canadá, que em 2016 conseguiram fazer um teletransporte quântico de seis quilômetros.

Os resultados chamam atenção devido à longa distância e à fidelidade superior a 90%. A fidelidade é utilizada para medir o quão próximo, em termos de conteúdo, está o sinal de qubit resultante do sinal original enviado.

Segundo o estudo, o teletransporte é instantâneo, pois ocorre a uma velocidade maior que a da luz. Por outro lado, os sistemas de comunicação quântica são mais seguros que as redes normais, já que utilizam fótons ao invés de códigos computadorizados.

A equipe de Maria Spiropulu, física de partículas que lidera o programa de pesquisa INQNET (redes e tecnologias quânticas inteligentes) e coautora do novo estudo, espera que as atualizações do sistema melhorem ainda mais estes resultados.(com agência Sputnik Brasil)