Russa encanta sambódromo e promete voltar

Juliana Titaeva, passista da escola de samba Portela, estreou no famoso Carnaval do Rio 

Entrevistada pela Sputnik Brasil, Juliana contou como foi realizar seu sonho. "Poucas palavras podem descrever… As emoções dos participantes extravasam, porque eles se preparam como se estivessem indo à guerra. Antes de entrarem no Sambódromo, todos rezam em círculo. A minha ala de passistas é uma das alas que não se pode pagar para participar [dela], nela dançam só as pessoas das comunidades, das favelas. Esta ala é o coração da escola. Eu presenciei emoções indescritíveis", confessa Juliana.

Ela conta que o processo da organização, a agitação das pessoas, emoções — sejam risadas ou choros — são algo incrível que dá uma energia absolutamente especial.

Aquela energia que vem dos espectadores e atravessa por todo seu corpo e sai de você… é um sentimento estupendo", destaca a passista.

O desfile da Portela no Sambódromo durou 71 minutos, mas para quem treina é fácil passar tanto tempo dançando, explica Juliana:

"Este tempo de 71 ou 72 minutos é para todo o desfile. Nós temos cerca de 40 minutos no Sambódromo. Não acho que seja difícil. Primeiro, os ensaios ajudam muito, segundo, no momento do desfile já não se sente nada: nem os calos nos pés, nem as fantasias pesadas. É um tipo de transe. A alma 'voa para os céus'. Por isso não é difícil, é fácil."

> > Sputnik