União da Ilha abre segundo dia de desfiles na Sapucaí

Com a responsabilidade de abrir o segundo dia dos desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro, a União da Ilha do Governador levou à Marquês de Sapucaí  o enredo afro “Nzara Ndembu – Glória ao senhor do tempo” que traz uma mensagem de poética sobre o passado, presente e futuro da humanidade.

A escola de samba com 63 anos de idade foi fundada por três amigos que queriam o bairro da Cacuia, na Ilha do Governador representado no carnaval carioca. A escola nascida a partir de um time de futebol, o União, já passou por altos e baixos entre o Grupo Especial e Grupo A do carnaval do Rio, tendo sua reviravolta em 2009 com o samba campeão do grupo de acesso “Viajar é preciso”. Em 2017 vem com o enredo afro “Nzara Ndembu – Glória ao senhor do tempo” que traz uma mensagem de poética sobre o passado, presente e futuro da humanidade.

Nzara Ndembu – Glória ao Senhor Tempo

Autores: Marinho, Lobo Junior, Felipe Mussili, Beto Mascarenhas, Dr. Robson, Rony Sena, Marcelão e MM

Dos bantos Nzambi, o criadorGiram ampulhetas da magiaSalve rei KitemboNzara Ndembu em poesiaPra dar sentido à vida, transformarNuma odisseia rasga o céu, alcança a terraSagrada é a raiz NzumbarandáKatendê, segredos preservaE avermelhou, Kiamboté nos fez caminharNa luta entre o bem e o mal, forjou Kiuá Senhores sagrados, irão celebrar Kukuana é fartura, natureza a festejar Ndandalunda a me banhar (me banhar)

Seiva que brota o chãoEm rituais de purificaçãoE no balanço da maré(da maré)Samba Kalunga nos trazDas profundezas peixes abissais. A chama ardente é fogo. O fogo que queima é paixãoÉ Nzazi fazendo justiçaNa força de um trovãoQue dita as leis do universo. E nos ensina a lição. Quando o sol beijou a lua.

Viu no céu inspiraçãoMatamba soprouO vento levou pra Angola reinar. Plantou o amor. A árvore da vida é a vida que dá. Êh êh no girê, êh no girê. Macurá dilê no girá. É o tempo de fé, união.

O tambor da ilha a ecoar