Corações Unidos do CIEP desfila na terça-feira de carnaval

A Escola de Samba Mirim Corações Unidos do CIEP desfila neste carnaval na terça-feira gorda (28/02) com 2.500 integrantes, todos eles alunos da Rede de Ensino Municipal da Prefeitura do Rio. O Grêmio Recreativo Cultural (ou simplesmente Corações Unidos do CIEP) foi fundado em 15 de agosto de 1985 por um grupo de professores e animadores culturais chefiados por Xangô da Mangueira, sambista, cantor e compositor morto em 2009.

"Arteiros, Artífices e Artistas" é o enredo, este ano, da escola de samba que desfilou pela primeira vez em 1986 e já foi premiada pela Câmara de Arte do Governo Francês. O enredo pretende mostrar, no Sambódromo, como a arte influencia os momentos sócios políticos de toda e qualquer sociedade.

A Comissão de Frente traz a "Comédia d`l Arte", enquanto o primeiro setor vai representar a arte clássica; o segundo, a arte moderna; e o terceiro, a arte no Brasil.

A escola desfila entre 20h e 20h30. Os alunos da Rede Municipal de Ensino não só desfilam na escola como também produzem seus próprios desfiles por meio do "Escolas de Bamba". O projeto objetiva integrar a construção do desfile ao currículo básico das escolas participantes.

A Corações Unidos do Ciep nasceu dentro de uma sala de aula no setor 9 da Passarela. No início, desfilava apenas com alunos do Ciep que funcionava no Sambódromo. A partir de 1990, com a eleição da professora de História e de Artes Marilene Monteiro à presidência da agremiação, alunos de outras escolas municipais do Rio de janeiro passaram a integrar a escola mirim.