Vigilância Sanitária intensifica fiscalizações para um Carnaval saudável

Para garantir um carnaval saudável aos cariocas, a Vigilância Sanitária Municipal intensificou a fiscalização em estabelecimentos que comercializam alimentos situados em locais onde tradicionalmente se realizam eventos carnavalescos. Também serão realizados treinamentos para os comerciantes que trabalharão no Sambódromo, durante os desfiles das escolas de samba.

Os fiscais visitarão o Sambódromo, a Cidade do Samba, clubes, casas de shows, boates, bailes carnavalescos, hotéis, bares e restaurantes, além do comércio localizado em ruas por onde circulam bandas e blocos.

Os estabelecimentos que não forem cadastrados e não cumprirem as normas higiênico-sanitárias estabelecidas pela Vigilância Sanitária serão infracionados ou terão o serviço suspenso. Alimentos impróprios para consumo, com prazo de validade vencido e em mau estado de conservação serão inutilizados.

A Vigilância Sanitária iniciou também o treinamento para cerca de 500 manipuladores de alimentos que trabalharão na Marquês de Sapucaí durante os desfiles das escolas de samba, e para ambulantes credenciados que comercializarão alimentos dentro e no entorno da passarela do samba. Todos vão aprender sobre cuidados com a manipulação, higiene, preparo e conservação de alimentos.

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil orienta o consumidor a denunciar qualquer tipo de irregularidade observada ao setor de reclamações da Vigilância Sanitária pelo telefone 1746.