"Rooney Asiático" chora durante hino norte-coreano

Portal Terra

JOHANNESBURGO - O jogador Jong Tae-Se, mais conhecido como "Rooney Asiático", chorou durante a apresentação do hino da Coreia do Norte minutos antes do jogo contra a Seleção Brasileira, no Ellis Park. O atleta, apesar de atuar pelos norte-coreanos, nasceu em Nagoya, no Japão.

Tae-Se, 26 anos, atua pelo clube japonês Kawasaki Frontale desde 2006. O atacante se profissionalizou por essa equipe na mesma temporada, quando tinha apenas 22 anos. Começou a despontar ao marcar 12 tentos em 24 partidas no torneio nacional seguinte, até chegar à seleção da Coreia do Norte.

"Rooney Asiático" ganhou destaque internacional depois de uma memorável atuação contra a Mongólia, com quatro gols em uma goleada de 7 a 0, em jogo válido pelas Eliminatórias para o Campeonato do Leste Asiático de 2008. Ele marcou mais quatro na vitória por 7 a 1 sobre Macau e ganhou definitivamente a posição de titular no selecionado norte-coreano.

Filho de pais naturais da Coreia do Sul, Jong foi criado no Japão, mas sempre estudou em escolas subsidiadas por coreanos ligados ao regime comunista de Pyongyang. E essa influência foi decisiva na formação das suas opções sócio-políticas, tanto que Tae-Se tornou-se norte-coreano por convicção e, desde então, defende as cores do país.

A Coreia do Norte enfrenta o Brasil nesta terça, pelo Grupo G do Mundial. A partida teve início às 15h30 (de Brasília). As outras duas equipes da chave são Portugal e Costa do Marfim, que empataram sem gols.