BNDES suspende relações com a Cosam

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2010 - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje a suspensão de suas operações de crédito para a Cosam, maior exportador de etanol do país, por uso de força de trabalho de pessoas em condições de escravidão.

A medida do BNDES tem "caráter preventivo" depois que a Cosam foi incluída na lista negra de "empregadores que exploram mão-de-obra escrava" do Ministério do Trabalho, segundo um comunicado divulgado pelo banco.

(Portal do Consumidor)