'Tenho certeza de que vamos estourar nessa reta final', diz Cuca

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - Com o retorno de Ronaldo Angelim e Íbson, que estava suspenso, Cuca terá à disposição todos os jogadores do elenco para o jogo contra o rival Vasco, no domingo. Nesta terça-feira, o treinador foi conversar com integrantes de torcidas organizadas do clube para pedir que eles não colocassem faixas de protesto no clássico. Havia a promessa de que eles levariam faixas para cobrar os jogadores, que devem receber os salários atrasados até sexta-feira.

Em uma semana em que o próprio Cuca disse que o time precisava correr mais, o treinador quis esfriar os ânimos na Gávea:

Temos que enaltecer o profissionalismo desse pessoal. Mesmo na dificuldade, a gente não vê ninguém chegar atrasado, todo mundo trabalha e quer ser campeão tanto quanto eu.

Cuca ainda se defendeu sobre a má atuação do time no empate com o Tigres, no último sábado.

Tivemos três vitórias boas e um tropeço contra o Tigres. Às vezes, isso acontece para termos um susto para dar alegria mais na frente. Às vezes, é melhor trocar um ponto por três na frente. Quando o Flamengo chega, é difícil de segurar. Tenho certeza de que vamos estourar nessa reta final comentou Cuca.

Instabilidade emocional

O treinador, porém, aceita que o time ainda tem altos e baixos no torneio. Para ele, o lado emocional contribuiu para o tropeço contra o Tigres.

Não tivemos ainda regularidade neste ano. Não estamos jogando bem, mas fizemos boas partidas. O fator emocional é fundamental. A gente está com a paciência curta. Começamos muito bem o jogo contra o Tigres, tivemos oportunidades para marcar, mas perdemos o pênalti e o jogo complicou. Logo depois, saiu o gol deles analisou.