Jornal do Brasil

CadernoB - Programa

Bienal de Música, rap na Lapa, Tuca Mei, Nico Rezende...

O melhor da programação de cultura e lazer no Rio

Jornal do Brasil CADERNO B, cadernob@jb.com.br

Bienal de Música Brasileira Contemporânea

A Fundação Nacional de Artes – Funarte, em parceria com a Universidade Federal Fluminense, apresenta a XXIII Bienal de Música Brasileira Contemporânea, de 10 a 14 de novembro, no Centro de Artes da UFF, em Icaraí, Niterói; na Sala Cecília Meireles; e no Teatro Dulcina, da Funarte, no Centro do Rio de Janeiro.

Macaque in the trees
Orquestra Sinfônica Nacional UFF (Foto: Divulgação)

A Bienal reúne a mais recente produção dos compositores brasileiros, numa série de 52 obras, nos estilos música sinfônica, de câmara e eletroacústica/mista. Este ano, a programação conta com 47 peças selecionadas por uma Comissão de músicos e mais cinco, criadas por autores convidados de renome: Edino Krieger, Jocy de Oliveira, Raul do Valle, Marlos Nobre e Ricardo Tacuchian. Além de fazer essas homenagens, a Bienal celebra outros nomes, que se tornaram referência na música brasileira contemporânea: Ernst Mahle, Edmundo Villani-Côrtes, Kilza Setti, Maria Helena Rosas Fernandes, Sérgio de Vasconcellos Corrêa e Willy Corrêa de Oliveira. Haverá ainda uma homenagem póstuma especial ao musicólogo Flávio Silva. Servidor da Funarte por 40 anos, ele dinamizou a área da música de concerto da Fundação; acompanhou todas as bienais, desde 1976; e esteve à frente das últimas oito.

SERVIÇO: XXIII Bienal de Música Brasileira Contemporânea / De 10 a 14 de novembro de 2019 / Niterói (RJ) - Centro de Artes da UFF – R. Miguel de Frias, 9 - Icaraí, Niterói. Tel.: (21) 3674-7515 / Rio de Janeiro (RJ) - Sala Cecília Meireles – Rua da Lapa, 47 – Centro. Tel.: (21) 2332 9223/ Teatro Dulcina – R. Alcindo Guanabara, 17 – Centro. Tel.: (21) 2240 4879 – espaço da Funarte / Ingressos: R$ 10. Meia-entrada: R$ 5 / Classificação indicativa: livre / Ingressos nas bilheterias ou, somente para a Sala Cecília Meireles, também no site www.ingresso.com / Abertura - 10 de novembro de 2019, às10h30 - Centro de Artes da UFF. / Redes sociais - Facebook / Instagram.

VEJA AQUI O PROGRAMA

 

*******

Tuca Mei faz temporada em Ipanema

A carioca Tuca Mei faz temporada no Espaço Rogério Cardoso, na Casa de Cultura Laura Alvim, com direito a algumas participações especiais: no dia 14 ela recebe o Duo Amelie, já no dia 21 o convidado é Gabriel Perello. Encerrando o ciclo, no dia 28, o carioca Victor Mus visita Tuca.

Tuca é um retrato fiel da nova geração da música: canta, compõe, produz e é multi-instrumentista. As apresentações terão tom intimista, reunindo esses talentos da artista, propondo ao espectador uma conexão espontânea pela musicalidade. O repertório terá, principalmente, composições de Tuca, como músicas do seu EP ‘Olhos atentos’ (2018) e os singles ‘Oi (coraçãozinho)’ e ‘Quer me amar’, lançados em 2019. Ela também fará versões de sucessos como ‘Oh! darling’ dos Beatles e ‘Pra você dar o nome’ do 5 a seco, além de apresentar músicas inéditas do segundo EP, que está sendo gravado.

SERVIÇO: Show de Tuca Mei / Dias: 07, 14, 21 e 28 de novembro, quintas / Local: Casa de Cultura Laura Alvim - Espaço Rogério Cardoso / Endereço: Av. Vieira Souto , 176 - Ipanema / Abertura da casa: 20h /Ingresso: R$ 20,00, inteira, R$ 10,00, meia.

 

*******

Nico Rezende canta Chet Baker em Niterói

Lançando o projeto Arte na Rua, uma parceria da Cultura Niterói com a Cervejaria Máfia, nesta quinta (7), o cantor e compositor Nico Rezende canta Chet Baker com participação de Guilherme Dias Gomes no trompete.

Macaque in the trees
Nico Rezende canta no Bar da Máfia (Foto: Divulgação)

No repertório, o estilo pop das canções interpretadas por Chet Baker, que revolucionou o mundo do Jazz com sua voz suave e improvisos melódicos. A apresentação acontece na varanda do Bar da Máfia, em Itaipu, a partir das 20h, e tem entrada franca, sem couvert artístico.

SERVIÇO: Show de Nico Rezende no Bar da Máfia / Estrada Francisco da Cruz Nunes, 9.777 - Itaipu - Niterói / Tel. 21 2609 6524 / Quinta-feira, 07/11, a partir das 20h / Entrada franca / Sem couvert artístico.

*******

Caixa Cultural tem ciclo de palestras para crianças e adolescentes

A Caixa Cultural Rio de Janeiro recebe, a partir de sábado (9), o ciclo de palestras Aventuras do Pensamento. Voltado para crianças e adolescentes, com idades entre 10 e 15 anos, o projeto convida grandes nomes das artes, da filosofia e da ciência brasileiras para falar de suas especialidades, em encontros com entrada franca e linguagem clara e acessível. O evento tem patrocínio da CAIXA e do Governo Federal. “A principal proposta é gerar um encontro de gerações, de ideias e de visões de mundo plurais”, explica Laila Melchior, que divide a curadoria do projeto com André Duchiade, Hermano Callou e Lucas Murari. “Queremos incentivar o debate e dar asas à imaginação. Ao falar com uma geração em formação, incentivamos uma postura aberta, curiosa e atenta”, completa.

Programação:

9 de novembro (sábado)

11h - Uma jornada pelo universo, com Mario Novello, cosmólogo, professor emérito do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas

16 de novembro (sábado)

11h - Por que acreditar na ciência?, com Tatiana Roque, professora de Matemática da UFRJ

23 de novembro (sábado)

11h - Democracia, com Marcos Nobre, professor de Filosofia Política da Unicamp

30 de novembro (sábado)

11h - Futebol, com José Miguel Wisnik, escritor e professor de Literatura da USP

7 de dezembro (sábado)

11h - Conversas com a Montanha, com Ailton Krenak, líder indígena e escritor

14 de dezembro (sábado, sessão dupla)

11h - Escrita e liberdade, com Elisa Lucinda, escritora, poeta e atriz

15h - Por que falar em descolonização?, com Suely Rolnik, psicanalista, crítica de arte e professora da PUC-SP

SERVIÇO: Ciclo de palestras Aventuras do Pensamento / Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2 (Endereço: Avenida Almirante Barroso, 25 - Centro - Metrô e VLT: Estação Carioca) / Datas: De 9 de novembro a 14 de dezembro de 2019 (sempre aos sábados) / Horário: 11h. No dia 14 de dezembro, haverá sessão dupla: às 11h e às 15h / Informações: (21) 3980-3815 / Entrada franca (distribuição de ingressos 30 minutos antes de cada palestra) / Lotação: 80 lugares (mais 3 para cadeirantes) / Classificação indicativa: Livre para todos os públicos / Acesso para pessoas com deficiência.

*******

Luiz Aquila III Milênio, no Museu de Belas Artes

Como parte da programação da exposição, o documentário inédito de Malu De Martino sobre o artista é exibido, seguido por debate com nomes importantes no meio das artes

Macaque in the trees
Luiz Aquila (Foto: Julia Equi/Divulgação)

No dia 13 de novembro, quarta-feira, no Museu Nacional de Belas Artes/IBRAM, a programação começa com uma visita comentada pelo artista, às 17h, na Sala Bernardelli. A partir das 18h, a cineasta Malu De Martino realiza uma “avant-première” do seu documentário “Luiz Aquila”, na Sala Aloísio Magalhães. Com 30 minutos de duração, trata-se de um dos cinco filmes da série ‘Tela sobre Tinta’, que aborda as trajetórias plurais de alguns dos maiores e mais importantes artistas contemporâneos brasileiros: Anna Bella Geiger, Athos Bulcao, Celeida Tostes, Farnese de Andrade e Luiz Aquila. Logo após a exibição, nomes de destaque no cenario das artes plásticas participam de um bate-papo com o artista e a cineasta, mediado pela diretora do MNBA Mônica Xexéo. Entre os convidados estão Luiz Pizarro, Claudia Saldanha, Fábio Szwarcwald, Marcus Lontra e Xico Chaves.

FICHA TÉCNICA: Roteiro e direção: Malu De Martino / Produção executiva: Emilio Gallo / Pesquisa e produção: Raquel Silva e Izabel Ferreira / Fotografia: Julia Equi / Som direto: Bruno Frene /  Edição: Malu De Martino e Davi Bernard / Finalização: Bernardo Palmeiro / Trilhas Sonoras: Nina Miranda e Pedro Ferraz (Luiz Aquila e Anna Bella Geiger) / Alexandre Marzullo (Athos Bulcão); Siri Perc (Celeida Tostes, Farnese de Andrade) / Realização: ML Produções

SERVIÇO: Luiz Aquila III Milênio – criação em aberto / Exibição documentário “Luiz Aquila”, de Malu De Martino, às 18h / Visita comentada com o artista às 17h / Data: 13 de novembro / Duração do documentário: 30 minutos / Local: Museu Nacional de Belas Artes/MNBA/IBRAM – Av. Rio Branco, 199 – Cinelândia / Sala Aloísio Magalhães / Capacidade: 40 lugares.

*******

O corpo que brinca e joga, workshop de Duda Maia, no CCBB/RJ

A diretora Duda Maia, que dirige o musical infantojuvenil "Vamos comprar um poeta", em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB/RJ), ministrará o workshop "O corpo que brinca e joga", no dia 11 de novembro, das 10h às 13h, no mesmo local. A partir de exercícios de conscientização corporal, os participantes são provocados a desenvolver um trabalho de improvisação que amplie seu vocabulário corporal. As atividades propostas abordam ainda a relação do corpo com a musicalidade e espacialidade.

A entrada é gratuita, mediante inscrição prévia e seleção pelo email contato@palavraz.com.br ou retirada de senha na bilheteria às 9h, se houver disponibilidade de vagas. A retirada da senha para os selecionados deverá ser efetuada na bilheteria do CCBB no dia do evento com até 30 minutos antes do seu início, momento em que a vaga poderá ser disponibilizada a outro interessado em fila de espera.

SERVIÇO: Workshop O corpo que brinca e joga, com Duda Maia / Centro Cultural Banco do Brasil: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro. Teatro II. / Data: 11/11, segunda-feira, das 10h às 13h. / Número de vagas: 20 / Condição/necessidade para participação: roupa apropriada para prática de atividades físicas (leves e confortáveis). A aula ocorrerá sem sapatos.

Público-alvo: preferencialmente para professores e arte-educadores, além de estudantes universitários, atores, bailarinos/dançarinos e interessados no tema, em geral/ Evento gratuito.

*******

 

Bate-papo com Mario Mendonça na Galeria Evandro Carneiro

A Galeria Evandro Carneiro Arte, na Gávea, apresenta até o dia 9 de novembro a Exposição Mario Mendonça. A mostra conta com 37 telas, em destaque para algumas obras inéditas. O artista fará um bate-papo no sábado (9), às 17h, no dia do encerramento.  

Mario Mendonça nasceu no Rio de Janeiro, em 1934. Cursou Direito e trabalhou na empresa do pai por algum tempo, mas sua vocação pela arte sempre se manifestou, desde que, nos primeiros anos do Colégio Santo Agostinho, os padres confiscavam seus cadernos quando o flagravam desatento às aulas, desenhando.

SERVIÇO: Exposição Mario Mendonça / Galeria Evandro Carneiro Arte: Rua Marquês de São Vicente, 124 (Shopping Gávea Trade Center). Salas 108 e 109 / Até 9 de novembro / Visitação: de segunda a sábado, das 10h às 19h. / Telefone: (21) 2227.6894 / Estacionamento no local / Site: AQUI.

*******

Cinema Reserva Cultural/Niterói

Programação 07 a 13 de novembro

SALA 1

PARASITA (131) – 13h30 – 16h10 – 18h40 – 21h20

SALA 2

DOWNTON ABBEY – O FILME (122) – 13h30 - 15h55 – 18h20

CORINGA LEG. (122) – 20h50

SALA 3

SEGREDOS OFICIAIS (112) – 14h10

A ODISSÉIA DOS TONTOS (119) – 16h30 – 19h – 21h25*

RESERVA CLASSICS: 2001 - UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO (141) – 21h25 (somente quinta)

*Quinta (07) não haverá sessão das 21h25

SALA 4

PAPICHA (106) – 14h20

CADE VOCÊ BERNADETTE? (110) – 16h30 - 18h50 – 21h10* (*exceto sábado)

PRÉ-ESTREIA: ESTAREMOS SEMPRE JUNTOS (135) – 21h10 (somente sábado)

SALA 5

MALÉVOLA – DONA DO MAL 2D LEG. (120) – 14h20

A FAMILIA ADDAMS 2D DUB. (87) – 19h20

VENTOS DA LIBERDADE (120) – 16h50 - 21h20* (*exceto sexta e sábado)

PRÉ-ESTREIA: A VIDA INVISÍVEL (139) – 21h20 (somente sexta e sábado)

SERVIÇO: Cinema Reserva Cultural / Centro Petrobras de Cinema / Av. Visconde do Rio Branco, 880 - Bairro São Domingos – Niterói / Tel. 21 3811 8537 / Acessibilidade / Ar Condicionado / Som e Imagem Digital / Sala 1 – 196 lugares (contando com 3 Lug.Obesos / 5 Deficientes físicos) / Sala 2 – 149 lugares (contando com 1 Lug. Obeso / 3 Deficientes físicos) / Sala 3 – 113 lugares (contando com 1 Lug. Obeso / 3 Deficientes físicos) / Sala 4 – 82 lugares (contando com 1 Lug. Obeso / 3 Deficientes físicos) / Sala 5 – 84 lugares (contando com 1 Lug. Obeso / 3 Deficientes físicos) / Total: 624 lugares / Horário de funcionamento / Sessões de Segunda a domingo: 13h às 21h45 / Bilheteria: abertura 30 min. antes de primeira sessão. Preços Ingressos: Inteira: R$ 33 (3D : R$ 40) / Meia (Estudante): R$ 16,50 (3D : R$ 20) / De segunda a quinta: R$ 27 / R$ 13,50 (meia) [3D: R$ 32 (inteira)/R$ 16,00 (meia) / Quarta-feira: R$ 24 (inteira) / R$ 12 (meia) (3D : R$ 28 (inteira)/R$ 14,00 (meia). PROMOÇÕES: Inteira (2D): R$ 14, Meia (2D): R$ 7 / Inteira (3D): R$ 16, Meia (3D): R$ 8 / Crianças: até 3 anos – gratuito/ até 21 anos – meia-entrada. SITE.

*******

Maratona de Nova York estreia no Teatro Glaucio Gill

Peça, com Ricardo Martins e Roger Gobeth, é baseada no texto de Edoardo Erba e direção de Walter Lima Junior

Macaque in the trees
Peça Maratona de Nova York (Foto: Divulgação)

O Teatro Glaucio Gill apresenta até dia 21 o espetáculo "Maratona de Nova York". A peça é baseada no texto do autor italiano Edoardo Erba que ganha montagem sob direção do ilustre diretor de cinema e televisão, Walter Lima Junior. A idealização e atuação da peça é de Ricardo Martins e Roger Gobeth. A peça acontece em um cenário simples - uma caixa preta - por onde os personagens correm durante os 60 minutos. Dois personagens, Steve (Roger Gobeth) e Mario (Ricardo Martins) são dois atletas por volta dos 30 anos. Durante o tempo da peça, em ato único, os personagens dedicam-se a única ação central: correr. Nesse percurso, de vários andamentos, mas sempre orientado pela ânsia da superação, rememoraram poucos e determinantes momentos que fizeram sentido em suas vidas.

FICHA TÉCNICA: De: Edoardo Erba / Adaptação: Beth Rabetti / Direção: Walter Lima Junior

 / Elenco: Ricardo Martins e Roger Gobeth / Diretor de Movimento: Caroline Monlleo / Direção musical e trilha original: Aramis Buratto / Iluminação: Wagner Pinto / Figurino: Flávio Souza / Identidade Visual: Julia Pires / Direção de Produção: Bruno Mariozz / Produção: Palavra Z Produções Culturais / Idealização: Ricardo Martins

SERVIÇO: Maratona de Nova York / Teatro Glaucio Gill: Praça Cardeal Arcoverde, s/n – Copacabana / Tel. 21 2332 7904 / Temporada: até 21 de novembro / Quartas e quintas, às 20h / Ingresso: R$ 50,00 – inteira / R$ 25,00 – estudantes, professores da rede pública, sênior acima de 60 anos / Duração: 65min / Classificação indicativa: 12 anos / Capacidade de público: 100 lugares / Acesso para portadores de necessidades especiais. 

*******

Lapa recebe festival de Rap

Evento chega à sua 16ª edição com diversas apresentações, batalha de MC’s e intervenções poéticas

Macaque in the trees
O produtor e rapper Kobá Xilon (Foto: Divulgação)

Quem curte rap e as tradicionais batalhas de MC’s já tem o seu ponto de encontro no Rio de Janeiro. O Palco Lapa 145 recebe o Festival Lapa é Rap na sexta (8), a partir das 22h. O evento, idealizado pelo músico e agitador cultural Kobá Xilon, reúne o melhor da nova cena do Rap em encontros imperdíveis e novidades sempre na segunda sexta de cada mês. A sua 16ª edição vai contar com batalha de MC’s, intervenções poéticas e apresentações de Catu Oliveira, Pico Z.O, Nati Campos, Roots Gang, Falcão Records e DJ Karma. A entrada custa R$ 5,00.

Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145 abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de dança e iniciação musical. "Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream", ressalta a fundadora. 

SERVIÇO: Festival Lapa é Rap - 16ª edição / Data: 8 de novembro, sexta-feira / Início do Show: 22h / Entrada: R$ 5,00 / Local: Palco Lapa 145 / Endereço: Rua da Lapa, 145, Centro / Mais informações: SITE.

*******

E-MAILS PARA A COLUNA: cadernob@jb.com.br