OSB apresenta mais um concerto virtual nessa quinta

Apresentação está inserida na Série Clássica Brasileira e será veiculada nas páginas da orquestra no Facebook e no Youtube

Foto: Divulgação
Credit...Foto: Divulgação

Carlos Almada e Daniel Quaranta, acompanhados de Mozart, Haydn e Albinoni, estão no programa do oitavo concerto on-line da Série Clássica Brasileira, que será apresentado pela OSB nessa quinta (3). A transmissão, gratuita, será feita às 19h, na página da orquestra no Facebook e no canal no Youtube.

O “Adagio em Sol menor”, do italiano Tomaso Albinoni abre a apresentação virtual. Do período neobarroco, este Adagio, devido à sua grande beleza, é uma das peças mais conhecidas do repertório internacional. Integrou a trilha sonora de diversos filmes, destacando-se “O Ano Passado em Marienbad”, de Alain Resnais, em 1961. A versão mais conhecida é o arranjo de 1958 para cordas e órgão de Remo Giazotto, musicólogo e biógrafo de Albinoni.

Macaque in the trees
A OSB chega aos 80 anos com fôlego para levar ao público uma temporada especial e comemorativa (Foto: Foto: Divulgação)

Na sequência, o primeiro movimento de “Baryton Trio nº4” do austríaco Joseph Haydn, originalmente escrito para oboé, corne inglês e fagote e executado no concerto em versão para oboé, trompa e fagote. O baryton era um instrumento da família do violoncelo usado nos séculos 17 e 18. Entre 1762 e 1775 Haydn compôs 160 trios para esse instrumento, por encomenda do príncipe húngaro Nikolaus Esterhazy, que o tocava muito bem. O segundo movimento do divertimento “A Musical Joke”, de Mozart, fecha a parte do programa dedicada a compositores estrangeiros. Seu nome – Uma Brincadeira Musical – se deve a algumas características cômicas, como se os instrumentistas estivessem errando ao tocar fora do tom e com notas discordantes. Apresenta uma politonalidade que não era típica do período Clássico e que foi aproveitada posteriormente por Debussy e Stravinsky.

A música nacional chega ao programa com a “Pequena Suíte Brasileira” para quinteto de Metais, de Carlos Almada. Composta em 2018, combina peças curtas de músicas populares brasileiras, como o choro, o samba, o baião e o frevo. Fechando o concerto, a estreia do “Duo para Violino e Percussão”, do argentino radicado no Brasil Daniel Quaranta. Encomendado pela Orquestra Sinfônica Brasileira para a ocasião, a peça é uma miniatura sonora que tenta retratar um pouco o clima de clausura forçada que se impôs em função da pandemia.

A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 80 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia.

Responsável por revelar talentos como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antônio Menezes e pioneira na criação de projetos de democratização da música de concerto, como o Aquarius e os Concertos da Juventude, a OSB chega aos 80 anos com fôlego para levar ao público uma temporada especial e comemorativa, com destaque para a música brasileira e os artistas nacionais, tendo sua própria história como fio condutor da programação.

Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem a NTS - Nova Transportadora do Sudeste - como mantenedora, a Vale como patrocinadora master, a Brookfield como patrocinadora, Sergio Bermudes Advogados e Eletrobras como copatrocinadores e o Itaú como patrocinador da Série Clássica Brasileira, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais.

Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura.

PROGRAMA

TOMASO ALBINONI – Adagio em Sol menor

JOSEPH HAYDN – Baryton Trio N°4

I. Moderato

WOLFGANG AMADEUS MOZART – A Musical Joke K. 522

II. Minuetto (Maestoso) e Trio

CARLOS ALMADA – Pequena Suíte Brasileira

I. Prelúdio | II. Fuga – Choro

DANIEL QUARANTA – Duo para violino e Percussão

SERVIÇO

OSB – Série Clássica Brasileira VIII (Concerto on-line) / Dia 03 de dezembro de 2020 (quinta-feira), às 19h / Facebook / Youtube / Acesso gratuito



Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país
A OSB chega aos 80 anos com fôlego para levar ao público uma temporada especial e comemorativa