Publicidade

CadernoB

Jimmy Page no Brasil

Livro conta a história de amor do guitarrista do Led Zeppelin com o país

Divulgação
Credit...Divulgação

O inglês Jimmy Page ainda é reconhecido como um dos guitarristas mais influentes de todos os tempos e um dos mais importantes compositores do rock no mundo todo, inclusive no Brasil. E a relação de Page com nosso país é antiga: além de ter protagonizado muitos encontros com estrelas da música nacional, o guitarrista do Led Zeppelin passou temporadas na Bahia e inaugurou a Casa Jimmy para abrigar jovens sem lar na capital fluminense – o que lhe rendeu o título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro. Essa história para lá de intensa é o tema de Jimmy Page no Brasil, livro bilíngue (Português / Inglês) do jornalista e músico Leandro Souto Maior, editado pela Garota FM Books, que está em uma campanha de financiamento coletivo pelo Catarse.

“A relação do guitarrista com o Brasil é antiga e pra lá de intensa. Essa história é pouco contada nas biografias e livros sobre Led Zeppelin lançados mundialmente. Pouquíssimas linhas são dedicadas ao assunto. Jimmy Page no Brasil, portanto, vai completar uma lacuna importante na história do Jimmy Page”, afirma Leandro.

Jimmy Page no Brasil não é uma biografia do líder do Led Zeppelin, pois já existem diversas lançadas internacionalmente, mas um relato histórico através de depoimentos de músicos, jornalistas, amigos e fãs em geral sobre os episódios protagonizados por Jimmy Page quando esteve em solo brasileiro. O livro tem prefácio de Ed Motta, um dos maiores colecionadores e conhecedores da obra do Led Zeppelin, e posfácio do jovem guitarrista Sebastião Reis, o filho de Nando Reis, confirmando que a banda atravessou gerações. A diagramação e a capa levam a assinatura de Tomás Paoni, diretor artístico do projeto. A foto da capa é de Marcos Hermes, grande fotógrafo do mercado da música. A edição, assim como a coordenação da campanha de financiamento coletivo, é assinada por Chris Fuscaldo, diretora da Garota FM Books, uma editora de publicações voltadas para o mercado da música.

Foram entrevistados Aninha Capaldi, Armandinho Macedo, Canisso (Raimundos), Carlos Albuquerque (Calbuque), Carlos Coelho (Biquini Cavadão), Charles Gavin, Daniela Mercury, Ed Motta, Fabio Massari, Fernando Magalhães (Barão Vermelho), Fernando Nunes (Cássia Eller), George Israel, Gilberto Gil, Herbert Vianna, Ivo Meirelles, Liminha, Luiz Henrique Romanholli, Luiz Claudio Rocha (Lula Zeppeliano), Marcelo Costa Santos, Marcos Maynard, Margareth Menezes, Mauricio Valladares, Nando Reis, Paulo Ricardo (RPM), Pepeu Gomes, Raíssa de Oliveira, Roberto Frejat, Tony Bellotto (Titãs) e Zé da Gaita, entre muitos outros.

Jimmy Page ama o Brasil e especialmente a Bahia e o Rio de Janeiro: “É que tenho ótimas lembranças do Rio”, derreteu-se o guitarrista em entrevista ao jornal O Globo. “Visitei a cidade nos anos 1970 e voltei diversas vezes. Toquei no Hollywood Rock com Robert Plant e posso dizer que a plateia do Rio é a melhor do mundo. O sonho de todo músico é tocar no Rio”.

Sobre o autor

Leandro Souto Maior é músico e jornalista. Trabalhou nas rádios BandNews, Fluminense FM e Cidade, e nos jornais cariocas Jornal do Brasil e O Dia. Em 2014, lançou o livro Heróis da guitarra brasileira (Ed. Irmãos Vitale) com o também jornalista Ricardo Schott. Além de escrever e tocar – é guitarrista nas bandas Fuzzcas e Os Trutas – é sócio e curador da Casa Beatles, um bar-museu beatlemaníaco em Visconde de Mauá (RJ).