Francis Ford Coppola grava uma 'carta de esperança' para a Itália

Macaque in the trees
A ação batizada de "Carta de Esperança" foi divulgada nos canais de comunicação da Fiat (Foto: Reprodução)

O diretor de cinema Francis Ford Coppola emprestou sua voz para enviar uma carta de esperança em forma de vídeo para a Itália, que vive em um dos piores cenários da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A ação batizada de "Carta de Esperança" foi divulgada nos canais de comunicação da Fiat e faz parte da campanha #WeAreItaly, contando com o apoio da Embaixada da Itália em Washington.

"Olá, Itália. É um grande momento, né? Claro que o momento é difícil, mas já enfrentamos tantos, tantos momentos duros. Mas, sabe de uma coisa? Aquilo que sempre nos manteve em pé foi a nossa energia, a nossa determinação em enfrentar e abraçar o desconhecido. E agora, esse espírito esperançoso que não acaba nunca, torna-se o nosso principal aliado. Hoje, mais do que nunca, da "Little Italy" para a grande Itália, estamos com você. Com amor", diz o texto.

Nas imagens, foram usadas cenas de destruição causadas pela Segunda Guerra Mundial no país e a chegada dos imigrantes italianos em Nova York, que acabaram construindo um bairro chamado "Little Italy" ("Pequena Itália").

Coppola, que tem entre seus filmes mais famosos a franquia "O Poderoso Chefão", que aborda a máfia italiana a partir de um livro homônimo escrito por Mario Puzo, tem sua origem familiar no país europeu.

Já a iniciativa #WeAreItaly (Nós somos Itália, em tradução livre) foi lançada pelo Ministério das Relações Exteriores para promover de maneira virtual ações culturais durante a pandemia, que está deixando os moradores do país em isolamento.

Conforme os dados da Defesa Civil divulgados nesta terça-feira (07), a Itália contabiliza 135.586 casos do novo coronavírus (3º no ranking mundial) e 17.127 mortes pela Covid-19.(Ansa)