ARTIGOS

Em tempo de crise

Por TARCISIO PADILHA JUNIOR
[email protected]

Publicado em 21/12/2023 às 10:53

Alterado em 21/12/2023 às 10:53

'A paz é a única forma de
nos sentirmos humanos'
                                                             Albert Einstein

 

"Causas existentes para guerra futura são aniquiladas em seu todo pelo tratado de paz", escreveu Immanuel Kant.

Em abril de 1795, a Prússia de Kant celebrou com a França a Paz de Basileia, de curta duração - de fato rompeu isolamento diplomático de três anos imposto à França.

Neste cenário, Kant escreve o alentado texto A Paz Perpétua, onde busca respostas para os dilemas de seu tempo.

Para o pensador, relações entre nações assemelham-se às relações de homens e mulheres em estado de natureza, vigorando objetivamente própria ausência de justiça.

Em tempo de crise na Europa do Leste e Palestina do Oeste, ponderações de Kant mantêm toda a sua atualidade.

Mesmo que os primeiros passos não sejam evidentes, e talvez seja necessário continuar procurando um caminho, precisamos efetivamente apurar a nossa percepção.

Longe de nos afastar da história, a experiência do transcendente muda nossa percepção sobre os acontecimentos.

Escapa concretamente à conversa insuportável entre o indivíduo solitário e uma globalidade que ele não domina; entretanto, não tem condições objetivas de ignorar.

Uma visão de mundo incapaz de dar um sentido ao sofrimento de incontáveis seres humanos não serve para nada.

Cristo não agita nem polemiza contra tropas romanas de ocupação; através de um amor que se impõe tão pouco, contribui de modo fundamental para a obra da paz.

Engenheiro, é autor de "Por Inteiro" (Multifoco, 2019)

Tags: