INFORME JB

Por Jornal do Brasil

[email protected]

INFORME JB

Belmonte sobe proposta e pode levar padaria

Por GILBERTO MENEZES CÔRTES
[email protected]

Publicado em 11/01/2024 às 18:25

Alterado em 12/01/2024 às 10:49

Como se fosse um leilão, a informação do sócio Severino Martins Alves, de oferta de compra da Padaria e Confeitaria Ipanema, não confirmada pela Mozak Construtora, aguçou o apetite de Antônio Rodrigues, dono da rede Belmonte pelo centenário ponto da esquina de Visconde de Pirajá com Joana Angélica. Resultado: na manhã desta quinta feira (11), Rodrigues subiu substancialmente a proposta e pode levar o ponto.

Segundo José Martins Alves, o irmão mais novo de Severino, o dono do Belmonte ofereceu R$ 5 milhões de luvas pelo ponto, mais aluguel mensal de R$ 140 mil. E balançou a família. Em princípio, para alegria da freguesia de Ipanema, Antônio manteria a padaria funcionando e os empregados.

A padaria conta com um segundo andar para atividades internas que poderia ser usada como suporte às iguarias da rede Belmonte em Ipanema, função exercida pela central de processamento do Leblon.

Uma correção
Por um lapso, o Informe JB dessa quarta (10) informava a parceria entre o fundo Imobiliário Opportunity e a Mozak no empreendimento da Visconde de Pirajá, 459. O Marias é exclusivo da Mozak.

Assim como o Alma, que está sendo construído na Visconde de Pirajá, 141, é iniciativa do Opportunity, com outros parceiros. O mesmo aconteceu no Visconde de Pirajá, 484, prédio de escritórios corridos, ao lado da H. Stern, que o Opportunity tem a SIG como parceira.

Tags: