Dicas para viajar para o Egito após a quarentena

Durante o isolamento social, muitos já estão planejando as férias, com a finalidade de relaxar e se divertir. O Egito está entre as preferências. Saiba mais!

A quarentena pegou praticamente todo mundo desprevenido. Todos tiveram que se adaptar quase que de forma “obrigatória” diante da pandemia do Covid-19. As pessoas que tinham suas viagens programadas de férias tiveram que remarcar ou até cancelar. E agora?

Para que os viajantes não sejam totalmente prejudicados, uma opção é remarcar a viagem para após o previsto do término da quarentena, já que a maioria dos voos nacionais e internacionais estão suspensos por tempo indeterminado. Enquanto o isolamento social é necessário, é possível conhecer mais sobre o destino de viagem, on-line.

E quem precisou cancelar/remarcar a viagem, pode aproveitar para fazer um tour virtual e descobrir novos lugares para conhecer. O Egito, por exemplo, que é um dos destinos de viagens mais procurados, pode ser descoberto por você pela internet, já que muitos sites oferecem passeios virtuais para as suas principais atrações.

Existem possibilidades de se conhecer museus egípcios e os tesouros de Tutacâmon, pirâmides de Giza, tumbas dos Faraós, entre muitas outras atrações turísticas. Assim, é possível se encantar ainda mais pelo país.

Para aqueles que desejam conhecer o Egito de perto, após a quarentena, selecionamos algumas dicas importantes. Confira!

Macaque in the trees
Conhecido por possuir as famosas Pirâmides de Gizé e da Esfinge, o Egito traz uma cultura riquíssima (Foto: Pixabay)

O que é preciso saber ao viajar para o Egito?

Ao viajar para qualquer destino, é sempre aconselhável buscar o máximo de informações para que a viagem seja incrível. Especialmente para destinos internacionais, a programação é muito importante.

E se você quer conhecer o Egito após a quarentena, anote essas dicas!

1. Conheça os principais atrativos

Conhecido por possuir as famosas Pirâmides de Gizé e da Esfinge, o Egito traz uma cultura riquíssima para aqueles que gostam de apreciar a história de uma das civilizações mais inteligentes do mundo antigo.

Listamos alguns pontos turísticos da região que não podem ficar de fora do seu roteiro!

Templo de Philae, Ilha de Agilkia

Criado para fazer uma homenagem à deusa Ísis, sofreu alguns danos no Império Romano pelos cristãos. Sua localização se dá na Ilha de Agilkia, porém, inicialmente era situado na Ilha de Philae, mas foi desconstruído por conta do risco de o lugar ser inundado.

Bairro Copta

Está entre as atrações turísticas mais interessantes para conhecer no Egito, mais precisamente, no Cairo. No bairro estão localizadas igrejas e sinagogas mais belas, com destaque para a Igreja de Santo Sérgio. Esta foi construída em cima do local em que a Sagrada Família se refugiou quando Jesus Cristo era um bebê.

Parque Nacional Ras Muhammad, Sharm el-Sheikh

Para quem está à procura de praia, este Parque Nacional é uma ótima opção. A região possui uma paisagem encantadora, repleta de praias desertas, que chamam a atenção de todos que passam por ali.

Outros pontos turísticos valem a pena ser visitados no Egito são:

•Monte Sinai, local onde, segundo os cristãos, Moisés recebeu os dez mandamentos;

•Mesquita de Muhammad Ali;

•Khan el Khalili, está entre os maiores bazares de todo o Oriente Médio;

• Templo de Hórus.

2. Cuide da sua segurança

É importante saber que a taxa de violência local é bem baixa, já que a segurança egípcia leva essa questão muito a sério. Relatos de roubos são raros por lá, principalmente por conta da religião local, o Islamismo, em que os muçulmanos possuem rígidas correções para quem comete tal ato.

Sempre é bom estar assegurado de um seguro viagem, principalmente em se tratando de uma viagem internacional. Bagagem extraviada e despesas médicas podem ser evitadas com a contratação de um bom seguro.

Compare preços e pesquise recomendações para a melhor contratação.

3. Atente-se à hospedagem

Hospede-se próximo aos pontos turísticos ou em lugares de fácil acesso e que tenha bancos, farmácias e outros lugares essenciais próximos. É importante pesquisar sobre os hotéis oferecidos na região e consultar a opinião de outros hóspedes.

Macaque in the trees
Mar do Egito - Palmeiras Hotel (Foto: Pixabay)
4. Faça a troca da moeda

Uma das vantagens para os turistas é a desvalorização da libra egípcia, facilitando a troca de quem possui outros tipos de moeda. Além da moeda local, a região aceita dólar americano, euro ou até libra esterlina. É recomendado que o viajante já saia do seu país de origem com a moeda trocada, evitando qualquer dificuldade que possa surgir.

5. Pesquise sobre as opções de voos

É importante citar que não existem voos diretos do Brasil para o Egito, muitos fazem escala na região europeia. Faça pesquisas antecipadamente e considere sites que mostrem o ranking das melhores companhias aéreas. Além disso, acompanhe sites que disponibilizam promoções para não perder qualquer oportunidade.

6. Escolha a melhor época

Após a pandemia, você poderá aproveitar tudo o que o país oferece, como suas maravilhas arquitetônicas. E para que o passeio fique melhor ainda, escolha a melhor data para visitar o Egito. Durante a primavera, especificadamente o mês de abril, ocorre o famoso siroco, um fenômeno mais conhecido como tempestade de areia. De outubro a março, as temperaturas são mais agradáveis, não muito extremas como no restante do ano.

Então, gostaram das nossas dicas para viajar ao Egito após a quarentena? Aproveite para ir conhecendo, virtualmente, cada um desses lugares e se familiarizar. Assim, a sua viagem será mais proveitosa, não acha?

Fontes: UOL e Skyscanner.



Mar do Egito - Palmeiras Hotel
Conhecido por possuir as famosas Pirâmides de Gizé e da Esfinge, o Egito traz uma cultura riquíssima