Acessórios em clima de guerra

Mesmo em meio a este clima um tanto de guerra química, a inspiração militar continua na moda. E a moda se divide entre a esperança da volta à normalidade e o esforço em contribuir contra a pandemia, produzindo máscaras de proteção.

Nascido no Saara, no Centro do Rio, há 74 anos, o Atelier Chilaze associa verdes de fardas e capacetes à coleção de acessórios que refletem a preocupação com os novos tempos. Claudia e Sandra Chilaze comentam que atualmente tudo se interliga. “A prova disso é a crise sanitária atual, causada por uma pandemia amplificada por aspectos cruciais, como a desunião e a negação da solidariedade” , definem.

Como integrar os produtos nestes conceitos? Começa pelo reaproveitamento de resíduos, na produção manual da resina em colares, brincos, pulseiras, clutches e bolsas, com descarte zero. Esta matéria se combina com materiais orgânicos como bambu, madeira, palha, linha com tingimento natural e corda de garrafa pet.

"Precisamos pensar de forma benéfica, tirando proveito da emergência. É saudável. Nas imagens da coleção, enfatizamos a questão da máscara, que virou item de luxo nesses tempos endêmicos. Ela tem duplo sentido: é, por um lado, aquela que protege a saúde do corpo contra uma ameaça externa, em nível individual. Mas também é a que nos isola da massa humana, da consciência coletiva, nos impossibilita interagir plenamente, de confiar no próximo. Assim como o capacete de guerra, é proteção que surge do egoísmo” argumenta Claudia, que destaca as peças feitas com canudos plásticos descartados e flores feitas de restos de sacos de lixo.

Macaque in the trees
Colar com flores de restos de sacos de lixo e máscara contra gases (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)

Macaque in the trees
Capacete com tira de fios reciclados lembra a força da inspiração militar (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)

Macaque in the trees
Correntes de resina metalizada e contas em tons de madeira acompanham o colorido das pulseiras (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)

Macaque in the trees
O capacete, associado às máscaras pelas designers do Atelier Chilaze marca o espírito militar (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)

Macaque in the trees
Braceletes em tons de verde-oliva combinam com os colares de resina vermelha e âmbar (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)

Macaque in the trees
A modelo Débora Muller (agencia Joy) , com make por João Paulo Rodrigues exibe colares de madeira e maxi anéis de resina (Foto: Alan Miguel Gonçalves / divulgação)



Colar com flores de restos de sacos de lixo e máscara contra gases
Capacete com tira de fios reciclados lembra a força da inspiração militar
Correntes de resina metalizada e contas em tons de madeira acompanham o colorido das pulseiras
O capacete, associado às máscaras pelas designers do Atelier Chilaze marca o espírito militar
Braceletes em tons de verde-oliva combinam com os colares de resina vermelha e âmbar
A modelo Débora Muller (agencia Joy) , com make por João Paulo Rodrigues exibe colares de madeira e maxi anéis de resina