SPFW: além das coleções, histórias e parcerias

Macaque in the trees
Cenário colorido na Fuga, conceito inspirado pelo blues, no desfile de Angela Britto (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Em meio às turbulências econômicas nacionais e internacionais, os profissionais do setor moda continuam criando e se reinventando. Depois dos lançamentos do Veste Rio, no Pier Mauá, foi a vez da 48ª edição da São Paulo Fashion Week, que ocupou esta semana com agenda de desfiles de nomes consagrados como Reinaldo Lourenço e muita gente nova, patrocinada pelo Projeto Estufa, esperança de renovação do elenco de marcas nacionais.

Entre as tentativas de descobrir estes novos designers e reforçar o currículo das marcas que resistem às crises, a moda supera os limites do simples vestir. Investe nos temas do momento, as diferenças e escolhas humanas. Uma definição coerente com os vários caminhos da semana da São Paulo Fashion Week é da grife Lilly Sarti: o que já é conhecido ganha ares completamente diferentes. E que, se ainda não chegaram, estão logo ali, ao nosso alcance.

Histórias e inspirações

Cada autor tem uma história para justificar seus modelos. Um exemplo, Ana Luisa Fernandes que, guiada por tambor xamânico com a terapeuta Fabiola de Freitas, saiu de uma meditação sonhando com Alces e um Pégaso que inspiraram as propostas da Aluf. Destaque para a alfaiataria revista em formas ao mesmo tempo definidas e infladas, fora do tradicional.

Lívia Campos explicou a origem das ideias sem gênero que assina para a Beira. “Se me perguntam qual o conceito da coleção que estou apresentando, respondo rapidamente que não há. Meu principal objetivo é criar a próxima calça, a próxima blusa, enfim, a próxima peça de roupa. É nela que existe potência de linguagem. E esse processo é contínuo.”

O blues motivou Angela Brito a uma jornada de metáforas sobre o mundo, na coleção Fuga. A alfaiataria convive com shapes desalinhados em formas, silhuetas e looks compostos por muitas camadas irregulares de sobreposições que Angela define como herméticas.

Na Lilly Sarti a revirada dos baús revelou a revisão do passado como ponto de partida. "Rever o passado, sabendo que o futuro está logo ali, em ritmo galopante, fortalece a identidade" . O resultado traz os babados, vestidos baby-dolls e tops de paetês prontos para se transformarem em best-sellers.

O peso dos acessórios e parcerias

O inverno 2020 serve de pretexto para reforçar a importância dos calçados pesados. A maioria deve seguir a forma básica da linha masculina ou esportiva. Gloria Coelho se uniu a Livia Ribeiro, proprietária da Louie for Her e completou a coleção com versões femininas de Derbys e Loafers, clássicos masculinos ingleses.

Os tênis chunky, como são conhecidos os modelos pesados, de solados grossos, devem continuar a calçar os adeptos e adeptas deste gênero. O baiano Isaac Silva escolheu a marca Skechers, conhecida pelos que prezam o conforto, que agora aderiu ao Chunky na linha D´lites, já visto nos desfiles de Londres e Tel Aviv.

Coerente com as lavagens e tratamentos dos tecidos, na Beira até o clássico All Star Chuck Taylor foi tingido artesanalmente em tons de azul.

Outra parceria, esta mais leve, uniu a estampa do sabor do sorvete Strawberry Cheesecake de Häagen Dazs à moda praia da estilista Patricia Bonaldi. As duas peças da PatBo são ricas em bordados e volume desenvolvidas pela consultoria de design Love Creative, com criações de 13 artistas.

Uma das marcas que começaram na seleção de novos do Veste Rio também ganhou acesso a uma grife famosa internacional: a Neriage, da Rafaella Caniello conseguiu em São Paulo a parceria com as joias de ouro, turquesas, opalas rosas, ônix preto e diamantes da Tiffany&Co.

O lado humano

Os elencos que vestem as novidades fornecem notícias à parte. Se na edição anterior a morte de um modelo ofuscou o brilho dos lançamentos, desta vez até a quinta-feira os padrões diferentes das jovens belas e magras predominaram. O mineiro Gabriel Figueiredo, 26 anos, se diz um homem gay andrógeno. Gabbe faz parte do casting da agência Rock MGT. É uma das estreias da SPFW, e costuma declarar que apesar da forte feminilidade, não se sente mulher, nem é trans. "Isto é libertador". Uma bela aquisição para a moda, começando pela participação na marca Another Place.

Izaura Demari, influencer de quase 80 anos, foi convidada pelo Instituto Free Free para desfilar ontem no Pavilhão das Culturas Brasileiras. O Free Free foi criado por Yasmine Sterea, que pretende transformar o mundo em um lugar onde meninas e meninos não sintam culpa, medo nem vergonha de ser quem são.

Materiais

Rumo ao futuro sustentável, a maioria dos desfilantes optou por processos artesanais e tecidos reaproveitados. Mas o uso de poliamidas biodegradáveis, fibras recicladas e sobras de outras coleções não impede sedas e lãs nos babados e plissados luxuosos e nas alfaiatarias. Técnicas de fundição, pesquisas com vidro e até doações de lojas como a Gallerist apontam os caminhos conscientes da necessidade de reduzir o poder poluidor da moda.

Quanto ao colorido, será um vale tudo. Pelas coleções desfiladas as cores neutras dos off-whites e a escuridão dos pretos e cinzas ganham a concorrência de muitos azuis, vermelhos, verdes, corais, pinks, alaranjados. Surpreendente a falta de terracotas, previstos para o inverno 2020 tanto na moda como na decoração para o hemisfério norte. Vamos nos preparando para vestir tons como bubble gum, rosa dahlia, azul neptune, verde palm tree e praliné, tons batizados por Renata e Lilly Sarti.

Macaque in the trees
Gabbe Figueiredo estreou como modelo na semana paulistana (Foto: Divulgação/Agência FotoSite)

Macaque in the trees
Detalhes na PatBo: mangas franzidas, cinto no mesmo tecido e plissado em babado lateral (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Macaque in the trees
Moda praia na estação fria tem estampa bordada com o design da embalagem do sorvete Häagen Dazs apresentada pela Patricia Bonaldi, da Pat Bo (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Macaque in the trees
Joias da Tiffany&Co brilharam nos looks da Neriage (Foto: Foto de Karla Brights)
Macaque in the trees
Sapatos pesados, em versões femininas da Louie for Her completaram a coleção de Gloria Coelho (Foto: Divulgação/Agência FotoSite)
Macaque in the trees
A revisão de formas da própria trajetória renovou as peças da Lilly Sarti em tons como Bubble Gum (Foto: Divulgação/Agência FotoSite)
Macaque in the trees
Look padrão para o inverno 2020, por Victor Hugo Mattos: nem feminino, nem masculino, com formas soltas e o colete de trama artesanal metálico (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Macaque in the trees
O tênis Skechers em versão chunky foi escolhido por Isaac Silva como acessório do inverno 2020 (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Macaque in the trees
Nem o tênis All Star escapou dos processos de tingimento artesanal em tons de azul da Beira (Foto: Divulgação/Agência FotoSite)
 

Macaque in the trees
Flores no cenário e nos modelos delicados de Reinaldo Lourenço, veterano na SPFW (Foto: Divulgação / Agência FotoSite)

Macaque in the trees
Alfaiataria de formas infladas inspiradas por meditação para a Aluf, que convocou senhora como modelo (Foto: Ddivulgação/Agência FotoSite)
Macaque in the trees
Referência no blues lembra Billie Holiday no estilo de Angela Britto (Foto: Divulgação/Agência FotoSite)


Moda praia na estação fria tem estampa bordada com o design da embalagem do sorvete Häagen Dazs apresentada pela Patricia Bonaldi, da Pat Bo
Cenário colorido na Fuga, conceito inspirado pelo blues, no desfile de Angela Britto
Alfaiataria de formas infladas inspiradas por meditação para a Aluf, que convocou senhora como modelo
Referência no blues lembra Billie Holiday no estilo de Angela Britto
Flores no cenário e nos modelos delicados de Reinaldo Lourenço, veterano na SPFW
Nem o tênis All Star escapou dos processos de tingimento artesanal em tons de azul da Beira
Gabbe Figueiredo estreou como modelo na semana paulistana
O tênis Skechers em versão chunky foi escolhido por Isaac Silva como acessório do inverno 2020
A revisão de formas da própria trajetória renovou as peças da Lilly Sarti em tons como Bubble Gum
Look padrão para o inverno 2020, por Victor Hugo Mattos: nem feminino, nem masculino, com formas soltas e o colete de trama artesanal metálico
Joias da Tiffany&Co brilharam nos looks da Neriage
Sapatos pesados, em versões femininas da Louie for Her completaram a coleção de Gloria Coelho
Detalhes na PatBo: mangas franzidas, cinto no mesmo tecido e plissado em babado lateral