Jornal do Brasil

Bem Viver - Artes Plásticas

Nova Iguaçu inaugura galeria com exposição "Ojú Olhos"

Jornal do Brasil CADERNO B, cadernob@jb.com.br CADERNO B, cadernob@jb.com.br

Uma história de muitos rostos, ideias e uma só identidade: Nova Iguaçu. Com a inauguração da Galeria de Artes Fenig, a exposição fotográfica “Ojú Olhos” resgata a vocação da Fundação nas artes visuais e no legado da cidade, inspirada no I Salão de Artes Plásticas Fenig, na década de 1970. 

Macaque in the trees
Raimundo Santa Rosa (Foto: Divulgação)

“Com a inauguração da Galeria de Artes Fenig, a Fundação resgata nossa vocação nas artes visuais. A exposição “Ojú Olhos” reforça os valores artísticos e a tradição voltada para o desenvolvimento humano e a diversidade”, afirma Miguel Ribeiro, presidente da Fenig.

O fotógrafo Raimundo Cláudio Santa Rosa expõe seus trabalhos pela primeira vez em Nova Iguaçu. Ele nasceu em Salvador (BA) há 57 anos. Primeiro negro a assumir um cargo de direção na Light Serviços de Eletricidade S.A, empresa onde trabalha desde a década de 1980, ele desenvolveu o Programa de Normalização das Comunidades de Baixa Renda, e implementou o Programa Light Recicla nos municípios do Estado. secretário de Esporte, Lazer, Turismo e Cultura do município de Nova Iguaçu, de 1992 a 1995, Raimundo Santa Rosa recebeu a Medalha Pedro Ernesto, maior honraria da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, a Medalha Tiradentes, da Alerj, e o Prêmio Afrocolombianidade, concedido pelo governo da Colômbia, em 2018.

Através da captura de momentos simples do cotidiano em duas regiões continentais, África e Brasil, as fotografias da exposição “Ojú Olhos” convidam à construção de histórias que resgatam a essência dos povos afro-brasileiros.

“Para mim é um prazer expor em Nova Iguaçu. Eu tenho uma história com a cidade. Eu vim da Bahia com 13 anos de idade, e Nova Iguaçu me abraçou. Já rodei algumas partes do mundo, registrei muitas delas em fotografias, e expor em Nova Iguaçu, onde eu fiz história como secretário de Esportes, Lazer, Turismo e Cultura, como atleta da cidade no Atletismo, e estudei numa escola importante que é a Gonçalves Dias, expor pela primeira vez aqui é muito importante. Estou expondo os meus olhares e para mim está sendo um presente, e gostaria que fosse um presente também para quem fosse ver. A gente já expôs em alguns locais a convite do Banco Mundial. Essas fotos já foram expostas no Quênia, em Paris, quando participamos de alguns congressos sobre a questão da diáspora (imigração forçada). Agora, em Nova Iguaçu, onde eu nasci pra vida, para mim está sendo emocionadamente importante”, afirmou Raimundo Santa Rosa.

Fundada em 1976, a Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu – Fenig - é uma instituição da Prefeitura da cidade que organiza, apoia e integra diversas atividades com foco no desenvolvimento humano dentro das áreas de Educação, Cultura e Social. Nossos valores são a democratização do acesso à educação e à cultura e o respeito às diversidades étnicas, culturais e religiosas da população iguaçuana.

A Fenig, além do Programa Municipal de Artesanato, simpósios e ações de incentivo à leitura e à escrita e ao estudo da matemática, realiza diversos eventos culturais, exposições fotográficas, mostras de filmes e de teatro nas escolas e uma série de atividades que reforçam o desenvolvimento humano e econômico e a identidade cultural de Nova Iguaçu.

SERVIÇO: EXPOSIÇÃO OJÚ OLHOS/ De 18/11 a 13/12/2019 /Rua Governador Portela, 812 – 2º andar / Centro – Nova Iguaçu.