Karla Sabah se veste de homem para homenagear Marlene Dietrich

Marlene Dietrich, um dos ícones femininos do cinema, será homenageada pela cantora Karla Sabah no show de lançamento de seu quarto CD solo, “Amor canalha”, nesta sexta (7), no Centro Cultural Carioca.

Sob a direção do eterno Dzi Croquete Bayard Toneli, o show é aberto com “Pra ser só minha mulher”, de Ronnie Von, interpretada por Karla num elegante terno, assinado por Roberta Stamato, numa referência ao figurino de Dietrich em “Marrocos”, filme de 1930. 

“Este disco reflete momentos recentes da minha vida, como a separação (do empresário Líber Gadelha, com quem foi casada por mais de 20 anos) e a perda da minha mãe. Por tratar de um renascimento pessoal, recorro à mulher dos anos 20 e 30, quando ela literalmente se vestiu de homem para se impor à sociedade. Neste contexto, impossível não homenagear Marlene Dietrich”, explica Karla.