Jornal do Brasil

Esportes

Fla precisa de atuação perfeita hoje para eliminar o Cruzeiro e seguir vivo na Libertadores

Jornal do Brasil

A missão é difícil, mas não impossível e o América do México está aí mesmo para mostrar que tudo pode acontecer quando se trata de futebol. Mas para repetir o feito dos mexicanos em 2008, o Flamengo sabe que terá que ser impecável hoje (21h45m) diante do Cruzeiro, no Mineirão, para seguir adiante da Libertadores. Depois de perder o jogo no Maracanã por 2 a 0, o rubro-negro precisa, no mínimo, devolver o placar da primeira partida para levar a decisão para os pênaltis. Quem passar terá pegará nas quartas de final o vencedor de Boca Juniors x Libertad.

Macaque in the trees
Diego e Renê treinam no Ninho. O meia rubro-negro sabe que a missão hoje é complicada (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Do porteiro da sede da Gávea ao presidente Eduardo Bandeira de Mello, todo rubro-negro sabe que não será uma tarefa trivial derrotar o Cruzeiro por dois ou mais gols de diferença no Mineirão. Em 93 anos de confronto entre as duas equipes, apenas duas vezes o Flamengo venceu o time mineiro por dois ou mais gols de diferença em Belo Horizonte. A primeira num amistoso em 1938 (4 a 1) e a outra no Campeonato Brasileiro de 1991 (2 a 0).

Além disso, o desempenho do Flamengo fora de casa tem deixado muito a desejar. A última vitória foi diante do Atlético-MG (1 a 0), no dia 26 de maio, no Independência. Depois disso foram seis jogos, com duas derrotas e três empates – o jogo com o Fluminense (vitória de 2 a 0), foi realizado em Brasília, com mando de campo tricolor. “O Cruzeiro é uma grande equipe, com um grande treinador, acostumada a esse tipo de campeonato. Mas estamos muito motivados. É o jogo mais importante do ano. Vamos fazer de tudo para reverter esse quadro. É difícil, mas possível”, admite o técnico Maurício Barbieri.

O treinador rubro-negro sabe que a eliminação na Libertadores terá consequências. As críticas quanto a sua falta de experiência voltarão com toda a força e poderão afetar a campanha no Brasileiro, competição em que o Flamengo ainda briga pelo título. Os jogadores estão cientes disso. “Sem dúvida é uma missão muito difícil. O Cruzeiro é um grande adversário, mas nós vamos buscar a classificação. Com muito respeito, mas vamos em frente”, afirmou Diego domingo, logo após o empate de 2 a 2 com o América-MG.

Cruzeiro: Fábio, Lucas Romero (Edilson), Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Barcos (Raniel). Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado. Juiz: Andrés Cunha (Uruguai).



Tags: Flamengo

Recomendadas para você