Violino histórico é vendido por preço recorde de 11 milhões de euros

O violino Stradivarius chamado Lady Blunt marcou recorde de vendas. Datado de 1721, o belíssimo instrumento teve como sua proprietária, durante 30 anos, Anne Blunt, neta do poeta inglês Lord Byron.

Os Stradis são carinhosamente chamados por esse apelido pelos seus felizes proprietários, e neste caso, o Lady Blunt passou pelas mãos do empresário francês Jean Baptiste Vuillaume, dos colecionadores Baron Knoop e Sam Bloomfield, para finalmente ser vendido pela Nippon Music Foundation, ou Fundação de Música Nipônica, em Londres, pela quantia de 11 milhões de euros a um comprador anônimo.

 Os japoneses são considerados, na atualidade, grandes colecionadores dos instrumentos Stradivarius, que podem ser violinos, violoncelos e raríssimas violas. 

O príncipe herdeiro Naruhito, do Japão, é um exímio violinista, e a Família Imperial possui valiosos instrumentos Stradivarius. Já uma das maiores coleções dos célebres instrumentos pode ser apreciada no palácio real de Madrid, sendo a rainha Sofia da Espanha uma grande admiradora das artes.