Pepeu Gomes relembra primeiro Rock in Rio

Brasileiro será o único artista a participar das quatro edições

No ano de 1985, quando subiu pela primeira vez ao palco do Rock in Rio, o guitarrista baiano Pepeu Gomes, então com 27 anos, já tinha trilhado estrada no cenário musical brasileiro. Além de integrar algumas bandas, acompanhara Gilberto Gil, Caetano Veloso, e se aventurara no antológico Novos Baianos.

Convidado para duas apresentações naquela primeira edição, era por muitos considerado o único representante brasileiro genuíno do Rock.

Hoje, com 40 anos dedicados à música e 37 discos na bagagem, Pepeu não hesita ao afirmar o divisor de águas na sua carreira que foi aquela experiência inédita. E lembra sua ousadia em, diante de uma platéia eufórica de mais de cem mil espectadores, combinar com os demais integrantes de sua banda de mudar o repertório da apresentação. Era o tudo ou nada. E deu certo. Na terceira música, "tinha o público na mão", brinca.

Estava lançada ali a pedra fundamental que abriria as portas do mercado internacional para sua música, principalmente na Europa.

Quando subir ao Palco Sunset no próximo dia 30 de setembro, para dividir uma experiência musical com o Monobloco e a banda espanhola Macaco, Pepeu se tornará o único artista brasileiro a ter participado das 4 edições do festival no Brasil.

E como o desafio dos participantes deste palco é sair de sua zona de conforto e montar um show exclusivo, com esta mistura de  percussões, cordas e ritmos, o público não perde por esperar...