Mãe conduz filho suspeito de matar menina no morro do Juramento à delegacia

A mãe do jovem de 16 anos suspeito de matar uma garota de 13 anos no morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, no Rio de Janeiro, o conduziu ao 41º BPM (Irajá) na manhã da sexta-feira (23). Ela afirmou que o filho estava com o pai em outra comunidade. Ela disse que ele deve ser entregue à justiça e pagar pelo erro que cometeu, e que se sentiu traída.

Segundo testemunhas, o rapaz queria obrigar a jovem Ana Luíza dos Santos a ter um relacionamento com ele. Após a negativa, o garoto teria alugado uma arma com um traficante e assassinado Ana Luíza com um tiro na nuca dentro de uma lan house. De acordo com a mãe, o adolescente afirmou ter achado a arma do crime, mas disse que o assassinato foi cometido por "acidente”.

Na tarde de quarta-feira (21), mais de 100 pessoas compareceram ao enterro da menina. Por causa da morte, policiais militares do 41º BPM (Irajá) ocuparam pontos da comunidade.

 

*Com informações do jornal O Dia