SuperVia promete aumentar número de trens ainda em setembro 

Durante audiência pública da Comissão de Transportes da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) realizada nesta quarta-feira (24), o presidente da Supervia, Carlos José da Cunha, anunciou os planos de metas da empresa para a melhoria do sistema. Entre os objetivos apresentados estão o aumento de 70 mil vagas disponíveis para o tráfego diário até abril de 2012, graças a um novo sistema de intervalos, e a entrada em operação de novos trens. 

“O primeiro trem comprado na China está a caminho do Brasil e deve chegar já em setembro. Ele vai passar por um período de testes de cerca de 20 dias, e então outros 30 trens já comprados vão começar a chegar, numa média de 4 por mês a partir de novembro”, afirmou Cunha. 

Presidente da Comissão de Transportes, o deputado Marcelo Simão (PSB) considerou positivos os dados apresentados, e afirmou que pretende cobrar a consolidação de todas as metas apresentadas.  “Espero que com esta nova administração os investimentos aconteçam de fato. Queremos ver tudo isso funcionando, porque a população do Rio não aguenta mais ficar esperando”, declarou o deputado.

O presidente da empresa explicou que existem dois programas de metas, um de longo e outro de curto prazo. “Entre os investimentos de longo prazo estão a compra dos novos trens e a mudança no sistema de sinalização para um sistema automatizado, permitindo uma redução no intervalo entre as composições, que hoje é de oito a dez minutos no ramal de Deodoro, e vai ser reduzido para três minutos, um padrão de metrô de superfície”, pontuou. “Além disso, 73 trens da frota atual serão reformados, com a mudança interna e instalação de ar-condicionado”, anunciou. 

Segundo a concessionária, atualmente o sistema opera com base em horários de saída dos trens, e a entrada em operação do esquema baseado em intervalos vai permitir que sejam feitas 40 viagens a mais por dia, garantindo o aumento de vagas até abril do ano que vem. 

Segundo a companhia, as mudanças serão concluídas no ano de 2016, totalizando R$ 1,2 bilhões de investimento por parte da empresa. Membro da comissão, o deputado Alessandro Calazans (PMN) parabenizou a concessionária pelas metas apresentadas. “Eu vejo na Supervia a preocupação efetiva de melhorar o serviço. Percebo a vontade de se trazer uma melhora efetiva para o usuário, coisa que não observo no MetrôRio, por exemplo”, afirmou o parlamentar.