Incêndio na Tijuca é controlado. Moradores ficaram na cobertura à espera de ajuda. Veja o vídeo

 

Um incêndio de grandes proporções no bloco 2 do prédio de número 407 da rua Haddock Lobo, na Tijuca, começou por volta das 16h e foi controlado pelos Bombeiros cerca de três horas depois. Pelo menos 11 pessoas foram atendidas, intoxicadas pela fumaça, entre elas, bebês gêmeos de 2 meses. Todos passam bem.

O fogo movimentou forças de quatro unidades do Corpo de Bombeiros da cidade. Quinze viaturas, um helicóptero e 60 homens dos quartéis da Tijuca, Vila Isabel, Caju e  da Central de Suprimentos e Manutenção foram ao local.

Segundo a sub-síndica do prédio, pelo menos 11 apartamentos do edifício de 11 andares foram atingidos.

Homem é contido ao tentar resgatar morador. Veja:

Moradores na cobertura

Ao perceberem o fogo e a fumaça, cerca de 10 moradores correram para o alto do edifício, onde permaneceram em segurança, apesar da fumaça, que causava intoxicação. Morador da cobertura, o professor universitário Armando Henriques passou por momentos de tensão junto de sua sogra, Maria do Carmo, e o cãozinho da família, Zara.

"O maior problema foi a falta de luz e a fumaça", diz Henriques. "Mas em nenhum momento nos sentimos correndo risco de vida".

Segundo outra moradora, o incêndio começou por volta das 16h. Há suspeitas de que o fogo teve início com a explosão de um aparelho de TV.

"Eram mais ou menos 4h15 quando eu ouvi um estouro e começou a fumaça. Só tive tempo de correr para o play", narra a moradora Rosângela Vettorace, cujo apartamento, no 5º andar, não foi atingido.

Auxílio na apuração: Gilberto Porcidônio